São Paulo Estação São Paulo-Morumbi inaugura com oito anos de atraso

Estação São Paulo-Morumbi inaugura com oito anos de atraso

Nas próximas duas semanas, a estação, que inaugura neste sábado (27),  funcionará em horário reduzido, das 10h às 15h

inauguração estação são paulo morumbi

Estação São Paulo-Morumbi, da Linha 4-Amarela inaugura com oito anos de atraso

Estação São Paulo-Morumbi, da Linha 4-Amarela inaugura com oito anos de atraso

Agência Estado/Felipe Rau

A Estação São Paulo–Morumbi, do metrô, é inaugurada neste sábado (27), após oito anos de atraso. A estação faz parte da Linha 4 - Amarela e liga a Vila Sônia, na zona sul, à estação da Luz, no centro da cidade.

Veja também: Mais uma vez Metrô atrasa entrega de estação da linha 5-Lilás

O acesso principal da estação é pela Avenida Deputado Jacob Salvador Zveibil, esquina com a Avenida Professor Francisco Morato, no Jardim do Lago, zona oeste de São Paulo. De acordo com a companhia do Metrô, nas próximas duas semanas, a nova estação funcionará em horário reduzido, das 10h às 15h. 

Com a inauguração, a Linha 4-Amarela, operada pela concessionária ViaQuatro, passa a ter 11,3 km de extensão e 10 estações. A estimativa é que a entrega da última estação, Vila Sônia, ocorra até 2020, acrescentando mais 1,5 km à linha.

Com quatro anos de atraso, Alckmin inaugura estação Moema

No início do ano, o Governo de São Paulo inaugurou, nas últimas semanas da gestão Geraldo Alckmin (PSDB), duas outras estações da Linha 4. Em janeiro foi aberta a estação Higienópolis-Mackenzie, no centro da cidade, e em abril, Oscar Freire, na zona oeste.

As obras da Linha 4 - amarela iniciaram há 14 anos. A primeira fase da obra, que ligava a Luz ao Butantã estava prevista para ser entregue em 2008. No entanto, as primeiras estações somente foram abertas em 2010.

Após 4 anos de atraso, estação do Metrô é inaugurada com falhas

Nesta sexta-feira (26), o governados Márcio França faz uma visita técnica à estação.

Histórico de atrasos

O histórico de atrasos nas obras da Linha-4 Amarela é extenso. Causados pela paralização de obras e rescisão de contrato, a segunda fase das obras, licitada em 2011, só começou a ser construída em 2012, quando a primeira fase (Luz,  já estava em operação.

Com seis anos de atraso, estação Oscar Freire do Metrô é inaugurada

Três anos depois, em 2015, devido a rescisão do contrato com o consórcio responsável, as obras foram paralisadas. A construção só foi retomada em 2016, com previsão de entrega da estação Higienópolis-Mackenzie para 2017. A previsão foi novamente adiada e, no início do ano, o ex-governador Geraldo Alckmin, afirmou que a estação São Paulo-Morumbi, inauguraria em julho deste ano e, a Vila Sônia, em dezembro.

*Estagiária do R7, com supervisão de Ingrid Alfaya