São Paulo Homem morre após cair em trilhos da CPTM na estação Barra Funda

Homem morre após cair em trilhos da CPTM na estação Barra Funda

Segundo testemunha, o trem demorou a deixar o local, fazendo com que a vítima ficasse nos trilhos agonizando por pelo menos 15 minutos

Homem morre após cair nos trilhos da CPTM na estação Barra Funda em SP

Homem morre após cair nos trilhos da CPTM na estação Barra Funda em SP

Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo

Um prensista de 46 anos morreu após cair nos trilhos da linha 8-Diamante, na estação Palmeiras Barra Funda, e ser atropelado por um trem que seguia para Itapevi, por volta das 14h da última quarta-feira (15). O caso é investigado pela Delegacia do Metropolitano.

Leia também: Jovem morre afogada após tirar selfie em cachoeira do interior de SP

Segundo informações de uma testemunha, o trem parou na estação normalmente e os passageiros se aglomeraram na porta para entrar. Neste momento, sem qualquer tipo de aviso, o trem voltou a andar e o homem, que já estava com o pé no estribo, perdeu o equilíbrio.

A vítima caiu no vão e foi atropelada pelo trem. O óbito foi constatado no local pelos médicos do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), segundo a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). 

De acordo com a usuária, no momento do acidente não havia nenhum guarda na plataforma para orientar os outros passageiros ou chamar o resgate. O trem demorou a deixar a estação, fazendo com que o homem ficasse nos trilhos agonizando por pelo menos 15 minutos.

Leia também: Motorista perde o controle e capota após bater em muro de zoológico

De acordo com o boletim de ocorrência, agentes ferroviários foram acionados para ocorrência de atropelamento e quando chegaram ao local viram a vítima caída na linha férrea, com sangramento na cabeça e amputamento da perna. Duas usuárias, que eram enfermeiras, tentavam reanimar o prensista até a chegada do Resgate. 

Em nota, a CPTM afirma que fará uma investigação para apurar as circunstâncias do acidente. O caso foi apresentado à Delpom e as imagens das câmeras de segurança entregues para a autoridade policial.

A companhia afirma também que, em análise mais detalhada das imagens da plataforma, é possível ver que o trem parou na plataforma e permaneceu parado com as portas fechadas por alguns instantes, deslocando-se em seguida por alguns metros em ajuste de posição na plataforma. Durante este percurso, uma pessoa aparece em movimento em cima do estribo, sempre com a composição de portas fechadas.