PM reforça policiamento em SP após fuga de presos no Paraguai

Mais de 13 mil policiais estão dedicados à operação. Monitoramento no estado é feito por terra e por ar. Polícia não descarta aumentar o efetivo  

Após fuga de presos do PCC, PM de SP reforça policiamento no estado

Após fuga de presos do PCC, PM de SP reforça policiamento no estado

Divulgação Polícia Militar

A Polícia Militar (PM) de São Paulo informou nesta segunda-feira (20) que reforçou sua ação em todo o estado em razão da fuga de presos do PCC (Primeiro Comando da Capital) da Penitenciária de Pedro Juan Caballero, no Paraguai. De acordo com a PM, a operação conta com grande contingente operacional, com participação do policiamento rodoviário, radiopatrulha, Força Tática, policiamento de Choque, Batalhões de Ações Especiais de Polícia (BAEP), helicópteros Águia, cães farejadores e uso de drones para monitoramento.

Leia mais: O que representam as fugas de presos ligados ao PCC no Paraguai e no Acre

Segundo a corporação, mais de 13 mil policiais e 6 mil viaturas estão dedicados à operação nesta segunda-feira. A polícia ressaltou que o efetivo deverá ser reforçado ainda mais nas próximas horas.

Veja também: Polícia investiga fuga em presídio do AC e suposta ligação com Paraguai

Nas primeiras horas de domingo (19), 75 presos escaparam da penitenciária no Paraguai. Policiais encontraram um túnel que levava do interior de uma das celas ao lado externo da cadeia, mas suspeita-se que nem todos os fugitivos tenham escapado por ele. O envolvimento de funcionários é investigado.