Polícia prende cinco suspeitos de participação no assalto em Botucatu

Grupo estava em dois carros que foram abordados na praça de pedágio em Itatinga. Houve perseguição na rodovia, mas um homem conseguiu fugir

Polícia prendeu cinco suspeitos de participação no assalto em Botucatu

Polícia prendeu cinco suspeitos de participação no assalto em Botucatu

Reprodução/Record TV

Cinco pessoas foram presas suspeitas de envolvimento no ataque a agências bancárias em Botucatu, no interior de São Paulo, na madrugada de quinta-feira (30). Segundo a polícia, elas teriam ajudado os criminosos na fuga. As informações são da Record TV.

De acordo com o delegado seccional de Botucatu, Lourenço Talamonte Neto, um homem e um casal com uma criança estavam em um carro quando foram parados em uma abordagem de rotina da Polícia Militar Rodoviária na rodovia Castello Branco, na altura da praça de pedágio de Itatinga. 

Leia mais: Polícia recupera mais de R$ 1,5 milhão após ataque em Botucatu

Durante a abordagem, o homem correu e entrou em um outro veículo que estava logo atrás. Nele estavam três mulheres. Assim que ele entrou, fugiram do local em alta velocidade em direção a São Paulo.

Houve perseguição por mais de 10 quilômetros. O grupo só foi abordado em outro município, em Boituva. O homem fugiu em direção a uma área de mata, mas o casal e as três mulheres foram presos.

Veja também: Fogo, bloqueios e ataques: assalto a banco choca moradores de Botucatu

Nos veículos usados pelo grupo, a polícia encontrou roupas, lanternas e materiais de primeiros socorros.

Os cinco foram conduzidos até a delegacia de Botucatu, onde foram presos em flagrante por organização criminosa. Já a criança foi entregue ao Conselho Tutelar.

Leia ainda: ‘Parecia uma guerra’: moradores de Botucatu vivem medo após ataque

Na investigação, foi apurado que o grupo esteve hospedado em um hotel de Botucatu na ocasião dos ataques a agências bancárias. A polícia acredita que os presos possam ter dado apoio médico ou logístico aos criminosos.