Presa namorada de mãe de menino de 3 anos morto na Grande SP

Detida é suspeita de maus tratos à criança, de 3 anos. Ela e a mãe da criança foram expulsas do enterro do menino na quarta-feira

Polícia investiga suspeita de morte por espancamento do menino Pedro, de 3 anos

Polícia investiga suspeita de morte por espancamento do menino Pedro, de 3 anos

Reprodução/Record TV

A namorada da mãe de Pedro Henrick Leite dos Santos, de 3 anos, morto na terça-feira (4) em Mauá, na Grande São Paulo, teve prisão temporária de 30 dias decretada na quinta-feira (6), por suspeita de maus tratos ao menino. A mãe da criança prestou depoimento à polícia e foi liberada em seguida. De acordo com a Record TV, um inquérito policial de tortura com agravante de homicídio foi instaurado.

Leia também: Irmão de suspeita foi o primeiro a ser morto em crime no ABC

Pedro levado à UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) Vila Magine, no sábado (1), após supostamente ter se engasgado com um pedaço de pão. A equipe médica informou que a criança não tinha sofrido um engasgamento, mas era vítima de espancamento, segundo informou a Record TV. O menino tinha hematomas nos braços e um corte no queixo.

O corpo de Pedro foi enterrado na quarta-feira (5), no Cemitério da Saudade, em Mauá. Familiares relataram à Record TV que a mãe e a namorada foram expulsas do local por parentes e conhecidos.

A mãe de Pedro relatou na delegacia que as marcas no corpo do menino apareceram após ele ter convulsionado e caído no chão, há cerca de um mês, o que teria provocado o corte no queixo.