SP: Fogo e barricadas marcam reintegração de posse na Imigrantes

Polícia usa bombas de gás de pimenta para dispersar os manifestantes. Há uma coluna de fumaça na região. Cerca de 170 famílias moram no local

Fogo e barricadas marcam reintegração de posse na rodovia dos Imigrantes

Fogo e barricadas marcam reintegração de posse na rodovia dos Imigrantes

Reprodução / Record TV

Uma reintegração de posse acontece desde às 6h desta terça-feira (18) em uma comunidade que fica na altura do km 19 da rodovia dos Imigrantes, em Diadema, na Grande São Paulo. A área tem cerca de 170 famílias. As informações são da Record TV.

Agora os policiais da Força Tática usam bombas de gás de pimenta e de efeito moral para dispersar os manifestantes que fizeram barricadas na comunidade, jogam pedras e atearam fogo em barracos.

Leia mais: Homem é preso por ameaçar a ex, furtar e incendiar carro em SP

O terreno pertence à Ecovias, concessionária que administra a rodovia. Os barracos de madeira foram montados debaixo do viaduto da rodovia. O helicóptero flagrou dezenas de policiais militares no local bem como maquinários derrubando as casas.

A 1ª Companhia do 24º Batalhão de Polícia Militar participa da ação. De acordo com o coronel responsável pela reintegração, as famílias foram avisadas em reuniões sobre a data de saída, mas não deixaram os imóveis.

Fumaça prejudica a visibilidade no km 19 da rodovia dos Imigrantes

Fumaça prejudica a visibilidade no km 19 da rodovia dos Imigrantes

Reprodução / Record TV

Ainda de acordo com a PM, os moradores já fizeram duas manifestações e bloquearam a Imigrantes para tentar barrar a reintegração de posse da área. Outro grupo foi até a Secretaria de Habitação.

Veja também: Vítimas intoxicadas com gás jogado por vizinho temem volta ao trabalho

Segundo a capitã da PM, Aline Camargo, os moradores tiveram a oportunidade de sair da comunidade ainda na semana passada, mas preferiram esperar o início da reintegração. "O efetivo envolvido é grande e o objetivo é evitar feridos, mas garantir o cumprimento da ordem judicial", explicou.

No entanto, os moradores relatam que não foram avisados previamente sobre a reintegração de posse. Uma faixa com a frase "Não somos invasores, somos trabalhadores" foi colocada no local. A comunidade é carente, o chão é de terra e não há casas de alvenaria.

Leia ainda: Caso Lucilene: saiba de quem é o corpo encontrado em Porto Ferreira

Uma extensa coluna de fumaça causa congestionamento na rodovia dos Imigrantes e compromete a visibilidade dos motoristas. A melhor opção é utilizar a rodovia Anchieta.

A equipe do Corpo de Bombeiros está no local para conter o incêndio. A Ecovias também disponibilizou um caminhão-pipa para ajudar a apagar as chamas.

Após o incêndio, a estrutura do viaduto terá de passar por uma avaliação para verificar se houve algum tipo de dano provocado pelo fogo.