São Paulo SP: suspeito de atear fogo a Borba Gato será transferido para CDP

SP: suspeito de atear fogo a Borba Gato será transferido para CDP

Paulo Galo será levado à carceragem do Belém, na zona leste da capital, neste sábado (7). Outros dois tiveram prisão decretada

  • São Paulo | Rafael Custódio, da Agência Record

Incêndio no Borba Gato

Incêndio no Borba Gato

GABRIEL SCHLICKMANN / ISHOOT / ESTADÃO CONTEÚDO - 24.07.2021

Após ter a prisão preventiva decretada sob suspeita de incendiar a estátua do Borba Gato, na zona sul de São Paulo, o líder do grupo "Entregadores Antifascistas", Paulo Roberto da Silva Lima, o Paulo Galo, será transferido para carceragem o CDP (Centro de Detenção Provisória) do Belém II, na zona leste, no sábado (7).

Paulo Galo foi transferido do 2º DP (Bom Retiro) para o 101º DP (Jardim das Imbuias), que funciona como delegacia de trânsito de presos, onde passará a noite desta sexta-feira (6). Na quinta-feira (5), o STJ (Superior Tribunal de Justiça) havia revogado a prisão temporária de Galo, mas ele não chegou a ser solto. 

O pedido de prisão preventiva, expedido pelo 11º DP (Santo Amaro), foi acatado pela Justiça de São Paulo, após a Polícia Civil concluir o inquérito e indiciar, além de Galo, Danilo Silva Oliveira, conhecido como Biu, e o motorista Thiago Vieira Zem. Os três já haviam sido indiciados por crimes de dano, associação criminosa, incêndio e adulteração de veículo. 

De acordo com o advogado de defesa Jacob Lozano Filho, Danilo se entregará à Polícia Civil, na próxima segunda-feira (9). O horário ainda não foi divulgado.

Thiago já chegou a ser preso, mas teve liberdade provisória concedida no dia 26 de julho. Ele alega que apenas foi contratado para levar os pneus que foram queimados junto ao monumento.

Últimas