Saúde Número de casos de Covid-19 no mundo caiu 3% na última semana, diz OMS

Número de casos de Covid-19 no mundo caiu 3% na última semana, diz OMS

A organização chamou a atenção para a subnotificação dos casos, que pode elevar consideravelmente o número de positivos desde o início da pandemia 

Agência EFE
Os Estados Unidos, com alta de 18%, foram o país com mais casos

Os Estados Unidos, com alta de 18%, foram o país com mais casos

Ivan Alvarado/Reuters

A OMS (Organização Mundial da Saúde) informou, nesta quinta-feira (26), que foram registrados em todo o planeta 3,7 milhões de casos de Covid-19 na última semana, o que representa queda de 3% na comparação com os sete dias anteriores, além de 9.440 mortes, uma redução de 11%.

Por sub-regiões analisadas no boletim epidemiológico da OMS, as Américas (1 milhão de positivos) e a Ásia-Pacífico (1,4 milhão) tiveram aumento de 6%, enquanto no sul da Ásia (54 mil) a queda foi de 23% e na Europa (1,1 milhão), de 20%.

Quanto às mortes registradas na semana de 16 a 22 de maio, houve aumento de 30% no Oriente Médio, com 173 vítimas.

Na Europa, com a notificação de 3.500 óbitos, a redução foi de 23%. Já as Américas, com 3.600 mortes, e a Ásia-Pacífico, com 1.200, apresentaram tendência de estabilidade.

Os Estados Unidos, com 713 mil, alta de 18%, foram o país com mais casos e também com mais mortes por Covid-19 — 1.900.

O Brasil, segundo a OMS, foi a terceira nação com mais vítimas de Covid-19 na última semana, com 713, tendo ficado também atrás da Itália (736).

De acordo com o boletim divulgado hoje, praticamente todos os casos analisados nos últimos 30 dias são da variante Ômicron — 94% deles pertencem à subvariante BA.2, com maior transmissibilidade que a BA.1. Ambas, contudo, têm poucas diferenças no potencial de desenvolvimento de formas graves da doença.

Ao todo, desde o início da propagação do novo coronavírus, foram computados 524 milhões de casos positivos para a Covid-19, embora a própria OMS admita que o número pode chegar a "bilhões", devido à subnotificação.

A quantidade oficial de mortes é de 6,2 milhões, porém estudos sobre o excesso de óbitos feitos pela agência calculam em até 15 milhões as vítimas diretas ou indiretas.

Até o momento, no planeta, foram aplicados 11,8 bilhões de doses de vacinas contra a Covid-19; 65% da população recebeu ao menos uma dose, taxa que cai para 16% em nações mais pobres. 

Últimas