Tecnologia e Ciência Barbados anuncia abertura da primeira embaixada no metaverso

Barbados anuncia abertura da primeira embaixada no metaverso

Autoridades locais afirmam que público poderá obter serviços consulares virtualmente quando o projeto estiver funcionando

AFP
Ilha do Caribe pode fechar acordo com três empresas para desenvolver embaixada virtual

Ilha do Caribe pode fechar acordo com três empresas para desenvolver embaixada virtual

Joe Raedle/Getty Images North America/Getty Images via AFP

A pequena nação caribenha de Barbados anunciou o estabelecimento do que apresenta como a primeira representação diplomática no metaverso, uma versão da realidade virtual na internet.

Nenhum detalhe foi fornecido, mas Barbados disse nesta semana que os clientes poderão obter serviços consulares virtualmente quando o projeto estiver pronto.

As autoridades dessa ilha de cerca de 300 mil habitantes não ofereceram uma data de início, mas afirmaram ter assinado um acordo com a plataforma Decentraland e estar finalizando acordos com outras duas.

Metaverso se tornou a palavra da moda para o futuro da internet, especialmente desde que o gigante das mídias sociais Meta (antigo Facebook) anunciou um esforço multimilionário para construir um mundo digital em que as pessoas se sentem cara a cara, mas se comunicando por meio de tecnologias de realidade virtual.

"Barbados espera receber o mundo em sua embaixada no metaverso", disse o senador Jerome Walcott, ministro das Relações Exteriores do país. A ilha, que pretende se tornar uma república e se libertar da tutela da rainha Elizabeth 2ª, disse que também manterá embaixadas físicas. 

"Em alguns aspectos, é superavançado e inovador", disse Rabindra Ratan, professora associada de mídia da Universidade Estadual de Michigan.

O uso dessa tecnologia pode permitir que a pequena nação tenha voz na arena diplomática, observaram os líderes políticos de Barbados.

Últimas