Small-house Faça do R7.com sua página inicial

SIM NÃO

Cidades

1/2/2013 às 22h22 (Atualizado em 2/2/2013 às 09h39)

Espuma que pegou fogo na boate Kiss pode ter sido reaproveitada de outro estabelecimento

Polícia ainda procura quem assinou o plano de prevenção e combate a incêndio da casa noturna

Do Jornal da Record

Investigações revelam que suspeitos podem ter assumido o risco de matar mais de 200 pessoas por asfixia Ricardo Moraes/Reuters

Investigações apontam que a espuma que revestia o teto da  boate Kiss, em Santa Maria (RS), pode ter sido reaproveitada de outro estabelecimento. O material teria sido instalado por um funcionário da casa. O local pegou fogo na madrugada do último domingo (27) e matou ao menos 236 pessoas.

A polícia procura também descobrir quem seria o responsável técnico pelo plano de prevenção e combate a incêndio da boate. A assinatura do engenheiro, que deveria constar na documentação enviada pelos bombeiros, não foi encontrada. Os quatro suspeitos no envolvimento do incêndio devem continuar presos por pelo menos mais 30 dias.

As provas recolhidas desde o início das investigações indicam que eles assumiram o risco de causar morte por asfixia em mais de 200 pessoas. Em entrevista coletiva realizada na tarde desta sexta-feira (1º), o delegado Sandro Meinerz, que atua nas investigações do incêndio, citou uma entrevista dada por um dos sócios da casa a um jornal local, em que ele afirmava ter recebido na boate mais pessoas do que o limite estabelecido.

— Há notícia veiculada em jornal local em que o dono da boate disse que, em uma determinada oportunidade, havia 1.400 pessoas [na boate]. Isso pouco mais de seis meses atrás. Também nesta sexta-feira, a polícia cumpriu um novo mandado de busca e apreensão na casa de Elissandro Spohr.

Leia mais notícias de Cidades

Após tragédia em Santa Maria (RS), três suspeitos são presos

Segurança da boate diz que extintor não funcionou

Em entrevista ao Jornal da Record, o promotor José Oliveira Dutra lembrou que as informações de testemunhas que afirmam terem visto os seguranças impedindo a saída de parte do público podem incluir mais pessoas nas investigações.

— As notícias dão conta de que os seguranças, em um primeiro momento, impediram a saída das pessoas por cerca de um minuto, o que foi fundamental pra que muito mais pessoas morressem além daquelas que poderiam ter morrido. Esse é uma das hipóteses que pode trazer muito mais pessoas para dentro do processo.

Veja a cobertura completa da tragédia em Santa Maria

Delegado quer prorrogação da prisão temporária de sócios da boate Kiss e integrantes da banda

Justiça nega pedido de liberdade a sócio da boate Kiss

Dono de boate que pegou fogo em Santa Maria se entrega à polícia

Maioria das vítimas era de estudantes. Veja o perfil

Assista ao vídeo:

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
Compartilhe
Paraná

Bombeiro sai para atendimento e encontra enteada morta em acidente

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Crime bárbaro

Mãe conta como matou a filha de 7 anos para ritual no PR; ossada é encontrada

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Braço amputado

Tigre ataca menino de 11 anos em zoo do Paraná ; pai responderá por lesão

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Exposição na rede

Vazamento de fotos íntimas leva a prisões pelo País; especialista alerta para riscos

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Cidades

  • Últimas de Notícias

Compartilhe
Saudade

Foto inédita do Google de jovem morta na tragédia em Santa Maria emociona pai

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!