Cidades

10/2/2013 às 21h58

Jovem que pediu para namorada não ir à boate Kiss estava com mau pressentimento sobre a festa

O casal morreu em um acidente de carro no Paraná uma semana depois do incêndio 

Do Domingo Espetacular

Mãe disse que garota entrou em pânico quando soube da tragédia em que poderia estar presente Reprodução/Rede Record

A estudante Jéssica de Lima Rohl, de 20 anos, e o namorado dela, Adriano Weber Stefanel, também de 20 anos, morreram em um acidente de carro em Toledo, no Paraná, uma semana após o incêndio na boate Kiss que deixou 238 mortos. A jovem era de Santa Maria (RS) e trabalhava como uma das organizadoras da boate Kiss. A mãe de Jéssica disse que, na noite da festa, o namorado, que estava no Paraná pediu para que ela não fosse a boate.

— O Adriano disse que ele não estava com bom pressentimento sobre aquela festa e ela ficou em dúvida. Falei  “a mãe não pode dizer vai ou não vai, a decisão é tua”.

Veja a cobertura completa da tragédia em Santa Maria

Polícia não descarta acareação entre dono da boate Kiss e engenheiro 

Jessica não foi á festa e, segundo sua mãe, ficou desesperada quando soube da tragédia.

— Ela entrou em pânico. [falava] “não acredito no que estou vendo”. Levantou, foi para o computador e achou que não era verdade. “Mãe, era para ter mais de cem mortos, era para eu estar lá”.

Jessica chegou a comentar o que aconteceu em um site de relacionamentos e agradeceu o namorado por convencê-la a não ir à festa que terminou em tragédia.

Os dois nasceram em cidades vizinhas, no Rio Grande do Sul. Ela em Santa Maria e ele em Silveira Martins. Eles se conheceram no final do ano passado e há dois anos Adriano tinha se mudado para o interior do Paraná para trabalhar.

Espuma de colchão revestia boate, diz comerciante

Vocalista de Gurizada Fandangueira se preocupou em salvar equipamento do palco, afirmam testemunhas

Depois que conheceu Jéssica, ele decidiu voltar para o Rio Grande do Sul para ficar mais perto da namorada. Na semana passada, Jéssica viajou para ajudar Adriano com a mudança. Os dois não chegaram a voltar para o Rio Grande do Sul. O carro em que eles estavam bateu em uma carreta.

Jéssica tinha 21 anos. Adriano ia completar a mesma idade no dia seguinte ao acidente. Ele era formado em agronegócio e se preparava para começar um novo trabalho. Os corpos de Jéssica e Adriano foram enterrados lado a lado, em Silveira Martins.

Incêndio

O incêndio dentro da boate Kiss no centro de Santa Maria, cidade a 290 km da capital, Porto Alegre, aconteceu na madrugada de 27 de janeiro, durante a apresentação da banda Gurizada Fandangueira. Segundo testemunhas, durante o show foi utilizado um sinalizador — uma espécie de fogo de artifício chamado "sputnik" — que ao ser lançado atingiu a espuma do isolamento acústico, no teto da boate. O fogo se espalhou em poucos minutos.

A casa noturna estava cheia na hora que o fogo começou. Cerca de mil pessoas estariam no local. O incêndio provocou pânico e muitas pessoas não conseguiram acessar a saída de emergência. Os donos não tinham qualquer autorização do Corpo de Bombeiros para organizar um show pirotécnico na casa noturna. O alvará da boate estava vencido desde agosto de 2012, afirmou o Corpo de Bombeiros.

Ao entrar na boate Kiss, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, para socorrer as vítimas do incêndio, na madrugada de domingo (27), os bombeiros se depararam com uma barreira de corpos.

Assista ao vídeo: 

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade

Vitrine de ofertas

Compartilhe
Compartilhe
Pacto de morte coletivo

Pais dizem que filhas não demonstraram variação no comportamento

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Goiânia

Familiares de vítimas de serial killer ficam frente-a- frente com suspeito

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Palmas (TO)

Suspeito de estuprar e matar mulher ri ao ser preso e debocha: “Saio em 3 meses”

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Crime bárbaro

Mãe conta como matou a filha de 7 anos para ritual no PR; ossada é encontrada

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Cidades

  • Últimas de Notícias

Compartilhe
Braço amputado

Tigre ataca menino de 11 anos em zoo do Paraná ; pai responderá por lesão

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!