Brasília CPI vai convocar funcionário que fez saques milionários para a VTCLog

CPI vai convocar funcionário que fez saques milionários para a VTCLog

Ivanildo Gonçalves, que trabalharia como motoboy, é citado pelo Coaf como responsável por saques que podem passar de R$ 4,5 milhões

  • Brasília | Sarah Teófilo e Isabella Macedo, do R7, de Brasília

"Talvez esse motoboy seja o próximo a depor aqui", disse Omar Aziz (PSD-AM)

"Talvez esse motoboy seja o próximo a depor aqui", disse Omar Aziz (PSD-AM)

Adriano Machado/Reuters

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 aprovou, nesta quarta-feira (25), a convocação de Ivanildo Gonçalves da Silva, citado em relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) sobre a empresa de logística VTCLog. O relatório analisa as contas da empresa entre janeiro de 2018 e julho deste ano, e mostra que Ivanildo chegou a sacar, neste período, R$ 4,5 milhões em espécie. O documento ainda o aponta como funcionário da VTCLog.

O relatório do Coaf registra que diversos saques da empresa aparentam "artifício de burla", sinalizando que chamam atenção valores sacados de até R$ 49 mil, próximo ao limite legal de R$ 50 mil para comunicação de movimentação em espécie ao Coaf.

"Trata-se de empresa que realizou saques em espécie de valores que aparentam artifício de burla para identificação do destino dos recursos”, pontua o documento obtido pelo R7. Em uma das contas, a análise foi do período de novembro de 2020 a janeiro de 2021. A justificativa para os saques foi o pagamento de prestação de serviços. O órgão diz que a empresa poderia usar outros meios de transferência de recursos.

O pedido de convocação foi apresentado pelo vice-presidente da CPI, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), na manhã desta quarta-feira. O requerimento foi aprovado e a data do depoimento deve ser definida ainda durante esta quarta-feira. Na chegada à CPI nesta manhã, o presidente da comissão, senador Omar Aziz (PSD-AM), afirmou que o depoimento de Ivanildo deve ser um dos próximos.

“Vou confirmar essas informações e talvez esse motoboy seja o próximo a depor aqui”, disse Aziz. Os negócios da VTCLog com o Ministério da Saúde estão entre os pontos que os senadores que formam o grupo majoritário na CPI querem fechar antes de concluir o relatório e enviar aos órgãos competentes, como o Ministério Público Federal (MPF). Ainda no recesso parlamentar, eles falavam que a empresa seria uma das frentes da comissão. A análise feita pelos integrantes da CPI é dos contratos e, em especial, das renovações e prorrogações.

Em nota, a VTCLog afirmou que o Supremo Tribunal Federal (STF) "anulou as decisões da CPI que quebraram os sigilos dos seus sócios e restringiu a quebra de sigilo da empresa apenas de março de 2020 em diante". "A empresa reitera que a origem das suas receitas são comprovadamente lícitas, decorrentes de serviços efetivamente prestados, citando como exemplo que é responsável pela distribuição de todas as vacinas fornecidas pelo Governo Federal", pontuou.

A empresa ressaltou, ainda, que "toda a movimentação bancária está escriturada em registros contábeis, inexistindo quaisquer irregularidades, e que tomará todas as medidas judiciais cabíveis  quanto aos vazamentos ilegais e criminosos dos seus dados protegidos por sigilo".

Últimas