Brasília Fusão de PSL e DEM, União Brasil protocola pedido de registro no TSE

Fusão de PSL e DEM, União Brasil protocola pedido de registro no TSE

Partidos aprovaram criação da legenda e devem formar uma das maiores do país, com fundo partidário de R$ 160 milhões

  • Brasília | Lucas Nanini, do R7, em Brasília

Convenção do Democratas aprovou fusão com o PSL e criação do União Brasil

Convenção do Democratas aprovou fusão com o PSL e criação do União Brasil

Reprodução

O partido União Brasil, formado com a fusão entre o Democratas (DEM) e o Partido Social Cristão (PSL), entrou com o pedido de registro junto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral). A solicitação enviada à Corte informa que a legenda adotará a sigla União e o número 44.

DEM e PSL aprovaram a criação do partido durante as respectivas convenções, realizadas em Brasília, em 6 de outubro passado. A fusão foi publicada no Diário Oficial da União do último dia 21 de outubro.

No documento, a nova legenda pede o registro do estatuto e do programa partidários, que estão anexados à solicitação juntamente com o registro em cartório e as atas com a aprovação formal da fusão entre as siglas.

Atualmente, os dois partidos, juntos, têm mais de 80 deputados federais, três governadores e um fundo partidário de R$ 160 milhões. A fusão não é do agrado de todos os filiados, por isso há previsão de evasão de integrantes das legendas.

Partido pelo qual o presidente Jair Bolsonaro se elegeu, o PSL, que já havia pacificado a fusão, deve continuar a perder filiados com a novidade. Com a saída de Bolsonaro, nos primeiros meses aproximadamente 9 mil pessoas deixaram a legenda. Parlamentares ligados diretamente ao presidente também devem buscar nova sigla, seguindo o mandatário, que tem negociado sua ida para o Partido Liberal (PL).

Últimas