STF

Brasília Moraes revoga prisão domiciliar do caminhoneiro Zé Trovão

Moraes revoga prisão domiciliar do caminhoneiro Zé Trovão

Investigado pelo STF, ele poderá sair de casa, com a obrigação do uso de tornozeleira eletrônica

  • Brasília | Renato Souza, do R7, em Brasília

O caminhoneiro Zé Trovão

O caminhoneiro Zé Trovão

Instagram/Reprodução

O ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), revogou a prisão domiciliar de Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trovão, segundo a defesa do caminhoneiro. A liberdade foi concedida com restrições e com a obrigação do uso de tornozeleira eletrônica.

Zé Trovão está proibido de usar as redes sociais e de manter contato com outros investigados. Ele foi detido no ano passado, em razão das suspeitas de que fez ameaças contra o Supremo e seus ministros. Em vídeos publicados na internet, ele convoca protestos contra os ministros do Supremo e defende a deposição dos magistrados.

O caminhoneiro chegou a viajar até os Estados Unidos enquanto era procurado pela Polícia Federal. No entanto, entregou-se na unidade da corporação em Santa Catarina. De acordo com as investigações, ele teria integrado movimentos contra o Supremo e que pediam o fechamento da Corte.

Os advogados foram notificados da decisão do magistrado nesta terça-feira (15). Zé Trovão permanece sendo investigado pela Corte.

Últimas