Brasília Polícia Civil vai ouvir jornalista esfaqueado nesta quarta-feira

Polícia Civil vai ouvir jornalista esfaqueado nesta quarta-feira

Gabriel Luiz, 29 anos, vai prestar depoimento no hospital; ele recebeu alta da UTI e se recupera em um dos quartos da unidade

  • Brasília | Pedro Canguçu, da Record TV, e Rossini Gomes, do R7

Jornalista foi esfaqueado enquanto voltava de um supermercado na última quinta-feira (14)

Jornalista foi esfaqueado enquanto voltava de um supermercado na última quinta-feira (14)

Reprodução/redes sociais - 15.04.2022

O jornalista Gabriel Luiz, 29 anos, esfaqueado na noite da última quinta-feira (14), vai prestar depoimento à Polícia Civil do Distrito Federal na tarde desta quarta-feira (20). A informação foi confirmada à Record TV pelo delegado que está à frente das investigações, Douglas Fernandes.

De acordo com o delegado, a decisão de ouvir a vítima partiu do fato de Gabriel ter recebido alta da UTI e ido para um dos quartos do hospital particular onde está em recuperação, no Lago Sul. A transferência ocorreu na terça-feira (19). "Ele será ouvido ainda no hospital, porque a intenção é concluir o inquérito policial até a próxima segunda-feira (25)", detalhou o delegado.

O caso

O repórter da TV Globo Brasília foi atacado próximo ao prédio onde mora, no Sudoeste, na noite da última quinta-feira (14). Ele sofreu ao menos dez facadas na perna esquerda, no abdômen, no tórax e no pescoço. Os suspeitos pela agressão são um adolescente de 17 anos e José Felipe Leite Tunholi, de 19 anos.

A dupla foi identificada pela polícia menos de 24 horas depois do crime. O adolescente foi apreendido e José Felipe foi transferido para a Papuda nesta terça-feira (19), onde ficará por tempo indeterminado.

No vídeo abaixo, de uma câmera de segurança, é possível ver os dois suspeitos seguindo o jornalista.

Últimas