Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Educação
Publicidade

Unicamp: último dia da 2ª fase aborda desde fome no Brasil até identidades latino-americanas

Segundo dia de aplicação da prova também atingiu um grande feito e terminou com a menor abstenção desde 2009

Educação|Do R7


Unicamp teve o menor índice de abstenção desde 2009
Unicamp teve o menor índice de abstenção desde 2009

O segundo e último dia de prova da segunda fase do Vestibular Unicamp 2023 foi realizado nesta segunda-feira (12) e contou com uma prova crítica e múltipla, com questões que abordaram desde o agravamento da fome no Brasil até a relação do país com as identidades latino-americanas.

O vestibular também atingiu o menor índice de abstenção dos últimos 13 anos, com apenas 8,5% de candidatos faltantes, o equivalente a 1.074 estudantes. 

No total, 12.708 candidatos foram aprovados para a segunda fase, e 11.634 realizaram a prova, que contou com questões de matemática, ciências humanas e conhecimentos específicos (de acordo com o curso escolhido). 

As provas do último dia também foram impressas em cores, para facilitar a leitura de imagens e enunciados. Para o diretor da Comvest (Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp), José Alves Freitas Neto, a prova manteve o nível e critério dos outros anos, mas teve a vantagem do uso de, por exemplo, imagens coloridas. 

Publicidade

"São imagens tais quais os candidatos estão habituados a ver em seus materiais didáticos. Isso permitiu que pudessem responder às questões e analisar com maior detalhe e exatidão as imagens que estavam sendo apresentadas", explicou Alves.

O diretor também deu destaque à atualidade e à importância de duas questões que foram abordadas na área dedicada às ciências humanas. A que tratou da fome no Brasil, segundo José, "explica socialmente que a fome não é uma questão da natureza, mas uma vergonha política e moral de nosso país".

Publicidade

O vestibular também expandiu as fronteiras e discutiu a relação do país com as identidades latino-americanas a partir de uma obra clássica do uruguaio Joaquín Torres García, América Invertida, e da canção de Belchior Apenas um Rapaz Latino-Americano

"Essas questões mostram que o Vestibular Unicamp continua com essa aproximação com temas contemporâneos e que incidem sobre um olhar que os estudantes pré-universitários precisam ter em relação a conhecimentos sociais, científicos e culturais de nossos tempos", afirma Alves.

Publicidade

As simulações de respostas esperadas pelas bancas para essa prova serão divulgadas pela Comvest na próxima quinta-feira (15). A primeira chamada será realizada no dia 6 de fevereiro e a data para a matrícula online será nos dias 7, 8 e 9 de fevereiro. 

A prova de habilidades específicas, limitada aos cursos de arquitetura e urbanismo, artes cênicas, artes visuais e dança, está prevista para os dias 4 e 6 de janeiro de 2023, somente em Campinas.

Vale lembrar que, para 2023, a Unicamp tem 2.540 vagas disponíveis em 69 cursos de graduação. 

Veja os erros de português que derrubam os candidatos em provas e concursos

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.