Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Eleições 2022
Publicidade

'Essas coisas a gente nem comenta', diz Álvaro Dias após Moro anunciar pré-candidatura

Senador foi responsável por articular a filiação ao Podemos do ex-juiz, que figura como seu principal rival à unica vaga do Senado

Eleições 2022|Rossini Gomes, do R7, em Brasília


Alvaro Dias aparece em primeiro lugar na simulação estimulada sem Moro, segundo pesquisa
Alvaro Dias aparece em primeiro lugar na simulação estimulada sem Moro, segundo pesquisa

No dia em que o ex-juiz Sergio Moro (União Brasil) anunciou sua pré-candidatura ao Senado pelo Paraná, o senador Alvaro Dias (Podemos-PR) – que foi responsável por articular a filiação do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública ao Podemos – afirmou ao R7, nesta terça-feira (12), que "nem comenta" o fato de ter Moro como principal concorrente à unica vaga do Senado nas eleições deste ano.

"Eu não falo sobre meus concorrentes, porque são vários e os respeito igualmente. Essas coisas a gente nem comenta", resumiu o senador. Questionado se há ressentimento por hoje ter como principal rival alguém que já foi tido como aliado, Dias disse que o momento "exige maturidade política, exige o silêncio".

A filiação de Moro ao Podemos ocorreu durante um evento em Brasília, em novembro de 2021. À época, o ato foi visto como uma espécie de abertura de caminho para sua pré-candidatura à Presidência da República nas eleições de 2022 pela chamada "terceira via".

Mas o ex-juiz deixou o partido quatro meses depois, em março deste ano, quando assinou sua filiação ao União Brasil, legenda formada em outubro a partir da fusão do PSL com o DEM. Ele não havia decidido a qual cargo concorreria nas eleições ao entrar para o União.

Publicidade

Pesquisa

De acordo com a pesquisa Real Time Big Data divulgada no final de junho, o ex-juiz Sergio Moro figurava com 30% das intenções de voto na disputa ao Senado pelo Paraná nas eleições de outubro. Álvaro Dias aparecia na sequência, com 23%, seguido de Dra. Rosinha (PT), com 7%. Essa configuração foi formada levando em consideração a simulação estimulada – quando os candidatos são apresentados em uma lista.

Os outros nomes escolhidos pelos entrevistados foram Paulo Martins (PL), que teve 6%; Aline Sleutjes (PROS), 2%; e Alex Canziani (PTB) e Guto Silva (Progressistas), 1% cada.

Publicidade

Alvaro Dias apareceu em primeiro lugar, com 35% das intenções de voto, na simulação estimulada sem Sérgio Moro.

"Não estou nem um pouco preocupado com a candidatura. Isso é assunto para resolver na convenção [do partido], na campanha. Tem gente muito apressada com a campanha", alfinetou o senador Alvaro Dias.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.