Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Kremlin diz que relações entre Rússia e EUA continuarão 'ruins' após eleições legislativas

Relação dos países atravessa uma das piores crises de sua história desde a ofensiva russa na Ucrânia

Internacional|Do R7


O presidente russo, Vladimir Putin, visita centro de transporte na região de Tver
O presidente russo, Vladimir Putin, visita centro de transporte na região de Tver

As relações entre Rússia e Estados Unidos continuarão ruins independentemente do resultado das eleições de meio de mandato americanas, destacou a Presidência russa nesta quarta-feira (9), em meio a uma crise histórica ligada à ofensiva na Ucrânia.

"Essas eleições, no fundo, não podem mudar nada. Nossas relações estão ruins no momento e continuarão assim", declarou o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, citado pelas agências de notícias russas.

"Estas eleições são importantes, mas, por outro lado, acho que não estou errado em dizer que a sua importância para o futuro das nossas relações bilaterais a curto e médio prazo não deve ser superestimada", acrescentou.

Nos últimos anos, o Kremlin tem sido acusado de incentivar operações de interferência nas eleições americanas, por exemplo, por meio de campanhas de influência nas redes sociais.

Publicidade

"Estamos tão acostumados a (essas acusações) que não prestamos mais atenção", disse Peskov na quarta-feira.

As relações EUA-Rússia atravessam uma das piores crises de sua história desde a ofensiva do Kremlin na Ucrânia. O país recebeu desde então apoio maciço do governo do presidente americano, o democrata Joe Biden, por meio de remessas de armas e ajuda financeira.

Leia também

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.