Minas Gerais Governo de Minas investiga 57 mortes por dengue no Estado

Governo de Minas investiga 57 mortes por dengue no Estado

Balanço divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde mostra que já foram registrados 140 mil casos prováveis da doença até o momento

Minas já registra 140 mil casos da doença

Minas já registra 140 mil casos da doença

Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr

A Secretaria de Estado de Saúde investiga se a dengue causou a morte de 57 pessoas em Minas Gerais. Até o momento, 14 óbitos já foram registrados, nas cidades de Betim (6), Uberlândia (2), Unaí (2), Arcos (1), Ibirité (1) e Paracatu (1).

Ao todo, 140.754 casos da doença causada pelo mosquito Aedes aegypti já foram registrados em todo o Estado. Para se ter uma ideia, no intervalo de uma semana, foram contabilizados quase 20 mil novos casos, que é pouco menos do que foi registrado em todo o ano de 2017.

Veja mais: Com 11 mil casos de dengue no ano, BH amplia atendimento a pacientes

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, 113 municípios mineiros estão com incidência muito alta de casos prováveis de dengue. Esse número era de 99 cidades há uma semana. Esse alerta é feito quando são registrados mais de 300 casos para cada 100 mil habitantes. 

É o caso de Belo Horizonte, que registra 582 casos para cada 100 mil pessoas, Betim e Contagem, na Grande BH, com 760 e 916 ocorrências, respectivamente. A cidade com maior incidência de dengue, até o momento, é Felixlândia (a 194 km de Belo Horizonte), com 2.861 casos para cada 100 mil habitantes.