Minas Gerais Governo Zema prevê orçamento de 2020 com déficit de R$ 11,3 bilhões

Governo Zema prevê orçamento de 2020 com déficit de R$ 11,3 bilhões

Após Estado refazer cálculos, estimativa de rombo para 2019 passou a ser de R$ 15,177 bilhões, 25% maior do que o previsto para o próximo ano

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Palácio Tiradentes diz que prejuízo vai ser menor em 2020

Palácio Tiradentes diz que prejuízo vai ser menor em 2020

Gil Leonardi/Imprensa MG

A equipe do governador Romeu Zema (Novo) calculou o orçamento previsto para 2020 e concluiu que o Estado deve ter deficit de R$ 11,3 bilhões no próximo ano.

O gasto seria maior do que o primeiro orçamento previsto para 2019, que previa um rombo de R$  R$ 11,443 bilhões. Mas nesta terça-feira (15), o Estado refez a conta e afirmou que neste ano o déficit, na verdade, será de R$ 15,177 bilhões

Segundo a equipe econômica, a antiga gestão, de Fernando Pimentel (PT), incluiu "cerca de R$ 4,5 bilhões em receitas fictícias, que não têm qualquer perspectiva de arrecadação".

Em 2020, os cofres públicos devem receber R$ 102,2 bilhões. O valor é maior do que o previsto para 2019 (R$ 100,33 bilhoões), mas o Governo ressalta que não é possível fazer a comparação, uma vez que agora os ganhos podem ser menores, devido a falta das receitas extraordinárias lançadas por Pimentel

 Da mesma forma que terá aumento de arrecadação, os gastos devem crescer, passando dos atuais R$ 111,77 bilhões para R$ 113,5 bilhões.

No texto enviado à ALMG (Assembleia Legislativa de Minas Gerais), nesta quinta-feira (16), a secretária-adjunta de Estado de Planejamento e Gestão, Luísa Cardoso Barreto, explica que “apesar da desaceleração no crescimento de despesas, persiste o desafio de equacionar os gastos públicos à previsão da arrecadação”.

Últimas