Minas Gerais Professores de BH protestam contra a volta das aulas presenciais

Professores de BH protestam contra a volta das aulas presenciais

Grupo fincou cruzes na porta da prefeitura e pediu que servidores sejam vacinados antes do retorno, previsto para 1º de março

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento e Célio Ribeiro*, do R7

Manifestantes repudiam aulas presenciais em BH

Manifestantes repudiam aulas presenciais em BH

Divulgação / Sind-REDE/BH

Profissionais de Educação de Belo Horizonte realizaram um protesto nesta quarta-feira (24) contra a possível retomada das aulas presenciais na capital, estimada para a próxima segunda-feira (1º).

A manifestação foi convocada pelo Sind-REDE/BH (Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública Municipal de Belo Horizonte). O grupo alega que seria impossível os alunos seguirem os protocolos criados pela prefeitura e afirmam que não é viável a retomada do ensino presencial sem que os servidores sejam imunizados.

Os manifestantes se reuniram na porta da prefeitura, no Centro de BH, onde ocuparam duas faixas da avenida Afonso Pena com um carro de som e uma carreata. Também foram colocadas cruzes na calçada em frente ao prédio do Executivo com várias frases de repúdio à retomada das aulas.

Veja: BH deve proibir esportes e limitar alunos em sala na volta às aulas

Nos vídeos divulgados pelo sindicato nas redes sociais, os servidores alegam que as Emeis (Escolas Municipais de Educação Infantil) da capital só teriam recebido álcool em gel. A ex-vereadora Vanessa Portugal (PSTU) esteve presente e afirmou que a manifestação era em defesa da vida.

— Nós estamos em carreata hoje em defesa da vida [...] juventude, desempregados. Pelo direito de que as escolas voltem, mas voltem apenas com segurança, com vacinação ampla, para que as escolas e suas famílias não sejam infectadas.

Os manifestantes seguiram pela avenida Afonso Pena e depois se dirigiram para a porta da Câmara Municipal de Belo Horizonte, no bairro Santa Efigênia. Apesar do grande volume de carros, o trânsito na região fluiu sem complicações.

Outro lado

A reportagem entrou em contato com a Prefeitura de Belo Horizonte mas, até o momento, não recebeu nenhum retorno

*Estagiário do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas