Toffoli deve ter alta no domingo, mas não retorna já ao STF

Internação do presidente do STF já dura 5 dias. Dois testes para Covid-19 deram resultado negativo, segundo informação oficial.

O presidente do STF, Dias Toffoli, se recupera de cirurgia, em Brasília.

O presidente do STF, Dias Toffoli, se recupera de cirurgia, em Brasília.

Reprodução/TV Justiça - 17.04.2020

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, deve receber alta do Hospital DF Star neste domingo, de acordo com fontes próximas ao ministro. O magistrado foi internado no último sábado, segundo a secretaria de saúde do Tribunal, para a retirada de um abscesso e, como apresentava sintomas de Covid-19, permaneceu internado para avaliação. Após deixar o hospital, Toffoli ainda deve ficar pelo menos uma semana em casa, em recuperação.

O presidente do STF fez dois testes para Covid-19, ambos com resultado negativo. A cirurgia teria sido bem sucedida, mas a alta de Toffoli, esperada para terça, não ocorreu. O hospital não divulga boletim médico desde a terça-feira, 23, quando informou que o ministro apresentava “melhora progressiva, sem necessidade de nenhum suporte respiratório”. Na quarta-feira (27), o magistrado recebeu uma rápida visita do presidente Jair Bolsonaro, de quem Toffoli é considerado o principal interlocutor na Corte. O presidente não fez comentários sobre o encontro.

Na ausência de Toffoli, o Supremo é presidido por Luiz Fux, num turbulento momento político. Após diligências da Polícia Federal que tiveram como alvo vários apoiadores do presidente Bolsonaro, no âmbito ao inquérito das Fakenews, multiplicaram-se as críticas ao STF, inclusive da parte do presidente. O inquérito foi aberto por iniciativa de Dias Toffoli e é relato pelo ministro Alexandre de Moraes. Ambos são alvos de críticas por aqueles que consideram o inquérito irregular e inconstitucional.