Lançamento: Triumph apresenta hoje nova Street Triple RS

Novo modelo custará R$ 54.990,00 e vem com a proposta de ser a nova referência do segmento Naked de alta cilindrada ou Roadster como menciona o fabricante. Lançamento no Brasil acontece hoje, em uma Live às 19 horas

Street Triple RS é a Moto2 de rua

Street Triple RS é a Moto2 de rua

Foto: divulgação Triumph

Há quase 3 anos a Triumph lançava a Street Triple RS com novo motor de 765 centimetros cúbicos que viria a equipar a categoria Moto2 do Mundial de Motovelocidade. 

Na ocasião a sensação era de êxtase, tanto que foi o título que dei a matéria de avaliação, que você pode ler clicando aqui. 

Olhar ainda mais marcante e desafiador

Olhar ainda mais marcante e desafiador

Foto: divulgação Triumph

Eis que hoje  a Triumph lança no Brasil a nova Street Triple RS e confesso a curiosidade com as melhorias mencionadas em um produto que já beirava a perfeição dentro do segmento, sem qualquer exagero.  O modelo foi uma das principais atrações do estande da Triumph no Salão Duas Rodas em 2019.

O lançamento oficial do modelo para a imprensa e para o público brasileiro vai acontecer hoje, dia 29, a partir das 19h, numa Live exclusiva, seguindo o modelo bem-sucedido realizado no mês passado para o lançamento da nova Tiger 900. A apresentação será de Pablo Berardi, instrutor-chefe do Triumph Riding Experience (TRX), acompanhado de Karina Simões, jornalista especializada e influenciadora digital, e Léo Pereira, empresário e ex-piloto de competições de motocicletas. Para acompanhar a transmissão, basta acessar o canal oficial da Triumph no You Tube.

A nova Triumph Street Triple RS chegará às Concessionárias brasileiras a partir desta quinta-feira, dia 30, pelo preço de R$ 54.990,00, disponível em duas cores: Silver Ice (prata) e Matt Jet Black (preta). A moto também estará disponível pelo financiamento do Triumph Smart, com entrada de R$ 31.307,00, 23 parcelas fixas de R$ 765,00 e uma parcela residual final de R$ 12.369,56.

O novo modelo chega ao Brasil e demais mercados do mundo embalado pelo sucesso do seu motor triplo de 765 cc na categoria Moto2, desde o início do ano passado. O motor de competição, embora com alterações tecnológicas, é derivado diretamente desta versão disponível para o público. Graças a este propulsor, a Moto2 ganhou muito mais competividade e emoção ao longo de toda a temporada do ano passado e das três corridas já realizadas em 2020. Para se ter ideia, em 2019, depois das 18 corridas da temporada, foram derrubados 13 recordes de volta mais rápida e 17 recordes de velocidade máxima em vários circuitos, incluindo a maior velocidade já alcançada por um piloto na Moto2, que foi de 301,8 km/h, numa moto conduzida por Stefano Manzi. Foi a primeira vez na História que a Moto2 ultrapassou a velocidade máxima de 300 km/h.

Motro 765 idêntico ao da Moto2, amansado para uso civil

Motro 765 idêntico ao da Moto2, amansado para uso civil

Foto: divulgação Triumph

Evolução do Motor 

O motor de 765 cc da nova Street Triple RS ganhou um aumento significativo no seu torque, que agora ficou 9% maior na faixa intermediária de rotações, atingindo um pico de 79 Nm (8,05 Kgfm)  a 9.350 rpm antes era 7,85 Kgfm a 10.800 RPM. Um novo escapamento suaviza a curva de torque do motor obtido desde os 1500 RPM até as faixas de rotações mais elevadas. A curva de potência também aumentou 9% na faixa intermediária, chegando a 123 cv a 11.750 rpm (praticamente mantido já que antes era os mesmos 123cv a 11.700RPM).  As atualizações do motor incluem , com já mencionado um novo escape (o silenciador também foi remodelado para o modelo 2020, para ser mais esportivo e compacto, com um belo finalizador de fibra de carbono com o emblema Triumph) otimizado para mais desempenho intermediário e nova usinagem de maior precisão no eixo da manivela, embreagem e balanceador, o que reduz a inércia e diminui a massa do motor. O acelerador agora também é ainda mais responsivo, resultando em uma redução de 7% na inércia rotacional, que, combinada com o aumento do torque em todas as faixas de rotações, proporciona uma melhoria notável no desempenho, que já era notável no modelo anterior.

A caixa de câmbio promete mais suavidade possui relações de transmissão com a 1ª e a 2ª marchas maiscurtas.  A usinagem de alta precisão também permite a remoção das engrenagens anti-folga, reduzindo a massa e adicionando mais refinamento. Além disso, a Street Triple RS mantém seu sistema de embreagem auxiliar de alta especificação, para uma sensação realmente leve, reduzindo o esforço do manete da embreagem e melhorando o conforto e o controle do piloto.

Assim como a anterior, continua pronta para um track day

Assim como a anterior, continua pronta para um track day

Foto: divulgação Triumph

Design mais agressivo

Além dos aperfeiçoamentos no seu motor, a nova Street Triple RS também ganhou um novo visual, muito mais agressivo. Os faróis de LED, por exemplo, foram completamente renovados, ficando mais bonitos e eficientes. Eles ficaram mais brancos e brilhantes, tornando-se muito mais visíveis. Os Faróis de Rodagem Diurna (LDR) apresentam um desenho totalmente novo, o que também aumenta a visibilidade e a segurança da motocicleta. A carenagem completamente nova, que é mais angular, mais esportiva e com linhas muito mais limpas. A nova tela e a entrada de ar agora são mais pronunciadas, combinando com o design dos novos faróis. Os painéis laterais, a rabeta e o protetor inferior são totalmente novos e mais modernos.

Além disso, há detalhes aprimorados em toda a motocicleta, como seus novos espelhos mais contemporâneos, a nova braçadeira do guidão e acabamentos mais harmonizados, incluindo o suporte do apoio para os pés do garupa e protetores de calcanhar de metal acetinado E, por ser o modelo top da linha, a Street Triple RS tem o nível mais alto de acabamento de todos as Street Triples. Ela conta, por exemplo, com um novo quadro principal em prata de titânio, combinando com o acabamento usado nos modelos Speed Triple.

Painel permite várias configurações, inclusive para pista

Painel permite várias configurações, inclusive para pista

Foto: divulgação Triumph

Mais tecnologia

A nova Street Triple RS já vinha equipada equipada com sistema TFT e agora ganha importantes atualizações, como o sistema de conectividade My Triumph, instalado e ativado, pronto para ser usado com o módulo Bluetooth (opcional). Isso permite a interação com a câmera GoPro, com a navegação passo a passo e também a operação do telefone e escolha de músicas por meio dos botões ergonomicamente otimizados e exibidos na tela TFT. O TFT também possui novos esquemas gráficos de segunda geração, em quatro diferentes estilos, e quatro cores diferentes. O ângulo da tela TFT pode ser ajustado para uma ótima visibilidade, de acordo com a altura do piloto.

O mais recente Auxílio de Troca de Marchas da Triumph, quickshifter para cima e para baixo, também foi adicionado como padrão à nova Street Triple RS, permitindo trocas de marchas confortáveis e suaves, mantendo a posição do acelerador, o que reduz a fadiga do piloto.

Os cinco modos de pilotagem aprimorados (“Estrada”, “Chuva”, “Esporte”, “Pista” e “Piloto”) foram otimizados para se adequar ao nível mais alto de desempenho da moto, para o máximo controle do piloto. Esses modos ajustam a resposta do acelerador, às configurações dos freios ABS e do controle de tração e podem ser facilmente selecionados durante a condução. O modo “Chuva”, por exemplo, restringe a potência a 100 cv para maior segurança e controle

Referência no segmento e única com mesmo motor de uma categoria da MotoGP

Referência no segmento e única com mesmo motor de uma categoria da MotoGP

Foto: divulgação Triumph

Chassi e suspensões

Sendo a motocicleta mais leve de sua classe, a nova Street Triple RS tem uma relação peso/potência incrível, que é essencial para o seu desempenho , tornando-a uma moto muito ágil  para todos os pilotos. Ela também possui as rodas mais leves, contribuindo para a sua agilidade e um manuseio preciso.. O icônico braço oscilante com abertura superior oferece rigidez torcional e flexibilidade lateral, o que maximiza a estabilidade em velocidades mais altas, enquanto sua posição otimizada de pivô fornece resistência natural à compressão da RSU sob forte aceleração. Juntos, eles permitem saídas em curvas fechadas e o comportamento preciso do chassi.

A suspensão foi mantida como a anterior com uma especificação nos garfos dianteiros de pistão Showa de 41 mm totalmente ajustáveis, com curso de 115 mm, e unidade de suspensão traseira com monochoque com reservatório piggyback Öhlins STX40, totalmente ajustável, com curso de roda traseira de 131 mm.

Para parar, necessário um poder de frenagem equivalente e a Street Triple RS manteve as pinças dianteiras monobloco radiais de quatro pistões Brembo M50, de alta especificação, e uma alavanca de freio ajustável Brembo, além de uma pinça traseira deslizante também da marca Brembo.

Os pneus são os Diablo Supercorsa SP v3 da Pirelli, oferecendo desempenho excelente de aderência e estabilidade em pistas de competição e também em trechos urbanos. E, finalmente, para uma ergonomia de garupa mais confortável, o assento traseiro agora é mais alto do que a geração anterior, proporcionando melhor espaço para as pernas.

Para personalizar a nova Street Triple RS, a Triumph possui uma gama de mais de 60 acessórios genuínos, incluindo novos indicadores LED, uma nova tela e novos espelhos e reservatórios usinados. Há também o novo módulo Bluetooth, para acesso através dos instrumentos TFT à operação de telefone e música, navegação passo a passo e operação da câmera GoPro. Além disso, há uma nova linha de bolsas elegantes e resistentes à água, com montagem de liberação rápida, incluindo uma bolsa para tanque e uma bolsa traseira. Para maior conforto, existem manoplas aquecidas com várias configurações.

Mais informações acessse: Triumph Brasil

Últimas