Rio de Janeiro Barcos afundam e deixam seis mortos e desaparecidos no RJ

Barcos afundam e deixam seis mortos e desaparecidos no RJ

Barcos saíram da Ilha da Madeira com 21 pessoas à bordo; nove pessoas foram resgatadas com vida e buscas continuam na Baía de Sepetiba

Barcos afundam deixando três mortos e nove desaparecidos no RJ

Vítimas resgatadas estão sendo levadas para Ilha da Madeira, em Itaguaí

Vítimas resgatadas estão sendo levadas para Ilha da Madeira, em Itaguaí

Reprodução/RecordTV

Homens do Corpo de Bombeiros fazem buscas na Baía de Sepetiba, zona oeste do Rio de Janeiro, onde dois barcos naufragaram durante a madrugada desta sexta-feira (8). Segundo a Marinha, 21 pessoas estavam nas embarcações, entre passageiros e tripulantes.

Até as 17h, os bombeiros informaram que nove pessoas haviam sido resgatadas com vida e seis corpos foram encontrados.  O trabalho de busca dos bombeiros se concentra próximo à Ilha de Itacuruçá.

As vítimas resgatadas foram levadas para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Santa Cruz, na zona oeste da capital, e para o Hospital Pedro II. Três pessoas que deram entrada na UPA já foram atendidas e liberadas. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dos outros sobreviventes.

De acordo com informações iniciais de testemunhas, os dois barcos foram alugados para pesca de lazer e partiram da Ilha da Madeira na quinta-feira (7), por volta das 18h. As embarcações teriam virado pouco tempo depois.

Bombeiros dos quartéis de Sepetiba, Barra da Tijuca e Angra dos Reis estão trabalhando no resgate, com apoio de pescadores.

Testemunhas contaram que o mar estava agitado e ventava forte no momento em que os dois barcos viraram. As condições climáticas podem ter provocado o acidente.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Raphael Hakime