Rio de Janeiro MC Atrevida: Polícia faz ação para cumprir mandados de busca

MC Atrevida: Polícia faz ação para cumprir mandados de busca

Fernanda Rodrigues da Silva, a MC Atrevida, morreu em julho após fazer um procedimento estético em uma clínica em Vila Isabel

A Polícia Civil realiza, nesta terça-feira (15), uma operação para cumprir mandados de busca e apreensão em endereços ligados aos envolvidos na morte de MC Atrevida.

Funkeira teve uma infecção generalizada

Funkeira teve uma infecção generalizada

Record TV Rio

Fernanda Rodrigues da Silva, de 44 anos, morreu em julho após realizar um procedimento estético em uma clínica em Vila Isabel, na zona norte do Rio. A causa da morte teria sido uma infecção generalizada. 

Segundo os agentes, foi comprovada a responsabilidade da dona do estabelecimento e do médico que fez a cirurgia de retirada de gordura das costas para aplicar nos glúteos, chamada de hidrolipo. Os dois foram indiciados por homicídio doloso (quando há intenção de matar).

A dona da clínica também foi indiciada por exercício ilegal da medicina e fraude processual majorada.

RJ: Governo lança plano de contingência para chuvas de verão

As investigações revelaram ainda a participação de uma terceira pessoa. O homem atuava como eletricista e motorista de aplicativo que participava dos procedimentos estéticos. A polícia acredita que ele, a mando da responsável pela clínica, alterou a cena do crime.

O suspeito também foi indiciado por exercício ilegal da medicina e fraude processual majorada.

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas