São Paulo Quatro são presos e mais de 500 celulares apreendidos em São Paulo

Quatro são presos e mais de 500 celulares apreendidos em São Paulo

Um dos detidos, segundo a polícia, estava com 453 telefones. Suspeita é que parte dos aparelhos furtados ou roubados seja enviada para a África

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

Valor de celulares apreendidos é estimado em R$ 500 mil

Valor de celulares apreendidos é estimado em R$ 500 mil

Reprodução/Record TV

Quatro pessoas foram presas sob suspeita de receptação e mais de 500 celulares foram recuperados em uma operação da polícia contra furtos e roubos de celulares na região da Avenida Paulista, em São Paulo. A operação mobilizou 60 policiais, 30 viaturas e inspecionou cerca de 20 endereços após o registro de arrastões na região há cerca de uma semana.

Leia mais: Três homens e um adolescente são detidos em arrastão na Paulista

Um homem foi preso com 453 aparelhoso em uma loja clandestina na rua Barão de Duprat, na região da rua 25 de Março. Um outro detido, na rua Luís Coelho, região da rua da Consolação, portava 36 aparelhos. Duas mulheres também foram presas e 12 celulares apreendidos, na praça Fernando Costa, no centro histórico da capital.

Veja também: Vídeo mostra pessoas correndo durante arrastão na Paulista

A polícia suspeita que parte dos celulares seja enviada para a África, onde o controle da certificação de aparelhos é menor. 

Em 2019, a Polícia Civil aprendeu quase 4 mil aparelhos roubados só no centro de São Paulo. Em toda a cidade total é de cerca de 17 mil telefones.

Leia também: Doria determina mais policiamento após arrastão na Avenida Paulista

Quem teve o celular roubado ou furtado deve fazer boletim de ocorrência e informar o registro do aparelho, chamado de IMEI. Para descobrir o código, basta digitar *#06# e ligar. Uma sequência de 15 digitos aparecerá na tela. A polícia orienta ainda a jamais comprar celular sem procedência, exigir uma cópia da nota fiscal e fazer a pesquisa do número de IMEI pelo site da Anatel.

Últimas