Brasília Ibaneis anuncia cancelamento do Réveillon em Brasília

Ibaneis anuncia cancelamento do Réveillon em Brasília

Avanço da nova variante da Covid levou o governador a suspender a festa. 'Não podemos arriscar retrocesso', diz sobre o vírus

  • Brasília | Lucas Nanini, do R7, em Brasília

O governador Ibaneis Rocha, que anunciou o cancelamento do Réveillon no DF

O governador Ibaneis Rocha, que anunciou o cancelamento do Réveillon no DF

Anderson Riedel/PR - 22.04.2020

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, anunciou que as festas na virada de 2021 para 2022, na Esplanada dos Ministérios e em mais cinco regiões administativas, estão canceladas devido aos riscos oferecidos pela Ômicron, a nova variante da Covid-19.

"Diante das recentes notícias sobre o avanço da nova variante do vírus da Covid-19, decidi cancelar as festas programadas para o Réveillon deste ano. Nós avançamos muito no enfrentamento da doença e não podemos arriscar um retrocesso neste combate", publicou Ibaneis no Twitter.

Na postagem desta terça, Ibaneis pediu que a população tome todos os cuidados recomendados para evitar a propagação do coronavírus, "especialmente neste momento de incerteza, até que possamos retomar a vida normalmente".

Na semana passada, Ibaneis declarou que a capital deveria ter de volta o tradicional Réveillon na Esplanada dos Ministérios. No último ano, as festividades também foram canceladas devido à pandemia da Covid-19.

Ibaneis afirmou que o secretário de Cultura, Bartolomeu Rodrigues, trabalhava na organização do evento e que a expectativa era que a comemoração do Ano-Novo fosse expandida para outras regiões do DF. A pasta também atuava na seleção das atrações para a festa.

Nesta segunda-feira (29), Bartolomeu Rodrigues afirmou ao R7 que o governo considerava a possibilidade de cancelamento e que ainda nesta semana definiria a realização do Réveillon no DF diante da identificação da nova cepa. "Estamos avaliando. Nesta semana vamos definir", declarou.

O Carnaval de 2022 em Brasília ainda está em análise. De acordo com Ibaneis, a realização da festa depende da ampliação da cobertura vacinal. Até esta segunda, 76,07% da população com idade a partir de 12 anos estava com o esquema vacinal completo.

Fogos na Esplanada durante Réveillon

Fogos na Esplanada durante Réveillon

Lula Lopes/GDF

Nova cepa

Até esta terça (30) o Brasil não confirmou nenhum caso de infecção pela variante. Em São Paulo, um brasileiro foi diagnosticado com Covid-19 na última quinta (25), depois de chegar em um voo vindo da África do Sul. Ainda não se sabe se ele foi infectado pela nova cepa. O paciente é vacinado contra o coronavírus e está em isolamento, segundo a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

A OMS (Organização Mundial da Saúde), que já havia classificado a Ômicron como variante de preocupação em razão das dezenas de mutações genéticas, emitiu alerta nesta segunda-feira de que a cepa representa um risco global muito alto de nova onda de surtos. Isso porque a variante teria grande capacidade de escapar à proteção conferida pelas vacinas devido às vantagens genéticas obtidas por ela, o que elevaria o risco de transmissão.

Últimas