Brasília Secretário de Desenvolvimento Econômico do DF deixa o cargo

Secretário de Desenvolvimento Econômico do DF deixa o cargo

A pedido, Márcio Faria Júnior foi exonerado depois de quase de três meses; ex-chefe de gabinete, Jesuíno Lemes, assume a vaga 

  • Brasília | Priscila Mendes, do R7, em Brasília

Márcio Faria Júnior, ex-secretário de Desenvolvimento Econômico do Distrito Federal

Márcio Faria Júnior, ex-secretário de Desenvolvimento Econômico do Distrito Federal

SED-DF/Divulgação

Em menos de três meses, o Secretário de Desenvolvimento Econômico do Distrito Federal, Márcio Faria Júnior, pediu para sair do cargo. A exoneração foi publicada nesta quarta-feira (15) no DODF (Diário Oficial do Distrito Federal). Quem assume o cargo é o ex-chefe de gabinete da pasta, Jesuíno de Jesus Pereira Lemes.

Márcio Faria foi nomeado para chefiar a secretaria em setembro deste ano, depois de sair da Diretoria Rural da Terreacap (Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal). Até o momento, não há informação se ele irá ocupar outro cargo dentro do governo. 

O novo secretário, Jesuíno Lemes, era o chefe de gabinete de Márcio Faria. Com a nomeação, ele comandará também a Secretaria de Empreendedorismo. A pasta foi incorporada à de Desenvolvimento Econômico, conforme decisão do governador Ibaneis Rocha (MDB).

Exoneração do secretário de Desenvolvimento Econômico

Nesta quarta-feira (15), o secretário de Administração Penitenciária do Distrito Federal, Geraldo Luiz Nugoli Costa, também foi exonerado. Com ele, saiu a subsecretária de Administração Geral da pasta, Rosimeire Paiva da Silva. As baixas foram anunciadas em edição extra do DODF. Mais tarde, foi publicada outra edição extra nomeando Wenderson Souza e Telles, até então delegado-chefe da Delegacia de Repressão à Corrupção da Polícia Civil do DF, para o cargo.

Ambos foram exonerados no mesmo dia em que o MPDFT (Ministério Público do Distrito Federal e Territórios) deflagrou a Operação Maré Alta na Câmara Legislativa. A ação visa apurar irregularidades em contratos da Seape (Secretaria de Administração Penitenciária do DF) vinculados a um esquema no ramo imobiliário na capital, supostamente ligado ao deputado distrital Reginaldo Sardinha (Avante).

Últimas