São Paulo As notícias mais importantes do dia 29 de março de 2019

As notícias mais importantes do dia 29 de março de 2019

Denúncia criminal contra o ex-presidente Michel Temer e o ex-ministro Moreira Franco e o aumento do desemprego no país foram os destaques 

O dia 29 de março de 2019 foi marcado pela denúncia do Ministério Público Federal contra o ex-presidente Michel Temer e o ex-ministro Moreira Franco, além do aumento do desemprego no país que atingiu 13,1 milhões de brasileiros no trimestre encerrado em fevereiro deste ano. Confira outros destaques: 

Temer é denunciado pelo MPF

Moreira Franco e Michel Temer, denunciados pelo Ministério Público Federal

Moreira Franco e Michel Temer, denunciados pelo Ministério Público Federal

Ueslei Marcelino-04.abr.2018/Reuters

O Ministério Público Federal, no Rio, denunciou criminalmente o ex-presidente Michel Temer (MDB), o ex-ministro Moreira Franco (Minas e Energia) e outros investigados por supostos desvios milionários nas obras da usina nuclear de Angra 3. Temer e Moreira são alvo da Operação Descontaminação, desdobramento da Lava Jato. Foram apresentadas duas acusações formais contra Temer. Uma por corrupção e lavagem de dinheiro e outra por peculato e lavagem de dinheiro.

As denúncias serão analisadas pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio, que mandou prender Temer, Moreira Franco e outros oito alvos da Descontaminação. Se o magistrado aceitar as acusações, o ex-presidente responderá a ações perante à Justiça Federal fluminense. O ex-presidente passou quatro dias recolhido na Superintendência da PF do Rio em uma sala de 46m².

Pedido de impeachment de Crivella é rejeitado

Prefeito Marcelo Crivella teve processo rejeitado por 28 votos a 14

Prefeito Marcelo Crivella teve processo rejeitado por 28 votos a 14

Divulgação/Prefeitura do Rio

A Câmara de Vereadores do Rio rejeitou nesta quinta-feira (20) pedido de abertura de processo de impeachment contra o prefeito Marcelo Crivella (PRB). O processo foi rejeitado por 28 votos a 14. Houve duas abstenções.

O pedido de abertura de processo de impeachment havia sido protocolado na quarta (27). A oposição se baseou no fato de Crivella ter se tornado réu por suposto crime de improbidade administrativa, após o juízo da 7.ª Vara da Fazenda Pública da Capital acatar ação do Ministério Público. O motivo foi uma reunião de líderes evangélicos no Palácio da Cidade, sede do Executivo municipal, em julho.

Brexit é rejeitado pela 3ª vez

Manifestantes acompanham votação que resultou nova derrota  de May

Manifestantes acompanham votação que resultou nova derrota de May

Neil Hall / EPA / EFE / 29.3.2019

O Parlamento Britânico rejeitou, pela terceira vez, o acordo do Brexit negociado pela primeira-ministra Theresa May Brexit com a União Europeia. A votação ocorreu nesta sexta (29), data originalmente prevista para que a Grã-Bretanha deixasse o bloco europeu. Por 286 votos a favor e 344 contrários, a Câmara se recusou a dar o sinal verde ao texto sobre os termos da saída. A nova derrota deixa May à beira de perder o cargo.

Na quarta (27), a primeira-ministra havia dito que deixaria seu posto se o Parlamento aprovasse o acordo, que estabelece os termos de transição para as relações econômicas entre o grupo de países britânicos e a UE.

Desemprego atinge 13,1 milhões

O desemprego cresceu pelo segundo trimestre consecutivo

O desemprego cresceu pelo segundo trimestre consecutivo

Willian Moreira/Futura Press/Estadão Conteúdo – 27.03.2019

O número de desempregados cresceu e atingiu 13,1 milhões de brasileiros no trimestre encerrado em fevereiro deste ano. Os dados são da Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) na manhã desta sexta-feira (29).

O desemprego cresceu pelo segundo trimestre consecutivo. A taxa de desocupação ficou em 12,4%, enquanto era de 11,6% no trimestre anterior, que contempla os meses de setembro a novembro de 2018. Na época, o Brasil tinha 12,2 milhões de desempregados.

Barrada comemoração do golpe militar

Bolsonaro havia determinado que quartéis comemorassem o golpe de 64

Bolsonaro havia determinado que quartéis comemorassem o golpe de 64

Marcelo Camargo/Agência Brasil 15.01.2019

A juíza Ivani Silva da Luz, da 6ª Vara da Justiça Federal em Brasília, decidiu nesta sexta-feira (29) proibir os atos de comemoração do aniversário de 55 anos do golpe militar de 1964. Em decisão liminar, a juíza atendeu a um pedido apresentado pela Defensoria Pública da União (DPU) e afirmou que o ato impugnado contraria o princípio da legalidade previsto na Constituição Federal, uma vez que a legislação estabelece que a proposição de data comemorativa deve estar prevista em lei.

No último dia 25, o presidente da República determinou ao Ministério da Defesa que fizesse as “comemorações devidas” da data, quando um golpe militar derrubou o então presidente João Goulart e iniciou um período ditatorial que durou 21 anos. A orientação foi repassada a quartéis pelo país. Nesta quinta (28), Bolsonaro disse que sugeriu às unidades militares que ‘rememorem’ o 31 de março.

Pedido bloqueio de R$ 1 bi da Vale

A mineradora pode ter R$ 1 bilhão bloqueado de sua conta se Justiça aceitar pedido

A mineradora pode ter R$ 1 bilhão bloqueado de sua conta se Justiça aceitar pedido

Adriano Machado/Reuters - 30.1.2019

O MPMG (Ministério Público de Minas Gerais) entrou com uma ação na Justiça pedindo o bloqueio de mais R$ 1 bilhão das contas da Vale para que a mineradora indenize, por danos morais e materiais, moradores da cidade de Nova Lima, na Grande BH, vizinhos à barragem de Vargem Grande. Eles foram retirados de suas casas no dia 20 de fevereiro por decisão da empresa.

A ação busca, ainda, assegurar a reparação dos danos ambientais causados pelo eventual rompimento da estrutura, que encontra-se em situação de risco.

Pato garante que voltará à seleção

O atacante recebeu a camisa do São Paulo das mãos de Leco e Raí

O atacante recebeu a camisa do São Paulo das mãos de Leco e Raí

Lance

Alexandre Pato estava feliz e tranquilo ao ser apresentado pelo São Paulo na tarde desta sexta-feira (29), mas suas declarações passaram longe daquele discurso padrão que o caracterizou no início da carreira. O atacante de 29 anos garantiu que voltará à seleção brasileira e reforçou por diversas vezes que sua preferência sempre foi o Tricolor, chegando a se incomodar com perguntas sobre a negociação com o Palmeiras.

"Voltar para casa não tem preço", disse Pato, assim que recebeu uma camisa ainda sem numeração das mãos do presidente Leco e do diretor Raí.