Economia Bolsa salta 2% e termina semana flertando com 103 mil pontos

Bolsa salta 2% e termina semana flertando com 103 mil pontos

Índice de referência do mercado acionário brasileiro fechou a sexta-feira com alta de 2,32%, aos 102.888,25 pontos

Reuters
Ibovespa tem o maior patamar desde 4 de março

Ibovespa tem o maior patamar desde 4 de março

Paulo Whitaker/Reuters - 24.6.2019

O Ibovespa fechou em alta de 2% nesta sexta-feira (17), renovando máxima desde o começo de março, acima dos 102 mil pontos, embalado por uma combinação de fatores, incluindo a taxa Selic em patamar extremamente baixo.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa encerrou com elevação de 2,32%, aos 102.888,25 pontos, maior patamar de fechamento desde 4 de março. Na máxima do dia, chegou a 103.016,60 pontos.

Na semana, registrou ganho de 2,86%, ampliando a alta no mês para 8,2%. No ano, ainda recua 11%. 

O volume financeiro somou R$ 29,5 bilhões neste pregão, também refletindo últimos ajustes de posições antes do vencimento de opções sobre ações na bolsa paulista na segunda-feira.

Destaques

- ELETROBRAS ON e ELETROBRAS PNB avançaram 14,35% e 11,84%, respectivamente, em meio a expectativas sobre a privatização da estatal, apesar de sinais recentes de que se trata de uma matéria de difícil aprovação no Congresso.

- BRADESCO PN e ITAÚ UNIBANCO PN ganharam 0,49% e 0,89%, respectivamente, favorecidos pelo clima mais favorável, após perdas na véspera.

- PETROBRAS PN encerrou com variação positiva de 0,09%, enfraquecida pelo declínio dos preços do petróleo no mercado internacional. PETROBRAS ON terminou com acréscimo marginal de 0,08%.

- VALE ON avançou 1,53%. A companhia, que divulga na segunda-feira relatório de produção do segundo trimestre, também disse que está suspensa exigência de garantias de 7,9 bilhões de reais por Brumadinho.

Últimas