Eleições 2020 Wadson Ribeiro pretende criar creches noturnas em Belo Horizonte

Wadson Ribeiro pretende criar creches noturnas em Belo Horizonte

Candidato à prefeitura pelo PCdoB defende que o projeto vai ajudar famílias que precisam trabalhar durante a noite e não têm com quem deixar os filhos

  • Eleições 2020 | Pablo Nascimento, do R7

Wadson Ribeiro, candidato à Prefeitura de Belo Horizonte pelo PCdoB, pretende criar creches públicas com atividades noturnas na cidade, caso seja eleito.

Em entrevista ao R7, o político explicou que o projeto pode incentivar o desenvolvimento econômico na cidade. A ideia do candidato é garantir um local onde as famílias que trabalham durante a noite possam deixar as crianças.

— Nós temos uma série de categorias, como profissionais da saúde e vigilantes, que trabalham à noite ou com horário estendido. Então nós teríamos uma creche funcionando até por volta das 23h, que não seria nos aspectos de uma escola de educação infantil, que tem outra concepção. Seria só para as crianças ficarem enquanto os pais trabalham.

Ribeiro propõe redistribuição de renda

Ribeiro propõe redistribuição de renda

Ana Gomes / R7

Ainda na área da educação, Ribeiro pretende zerar a demanda por vagas nas escolas infantis na faixa etária de 0 a 3 anos. O candidato explica que planeja executar a proposta com os recursos do  Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) que devem ser dedicados à educação infantil.

Mobilidade e inclusão

Uma das principais propostas da plataforma de governo do Wadson Ribeiro é a redução no valor da tarifa da passagem de ônibus, que atualmente custa R$ 4,50.

— Fazendo os cálculos do número de passageiros que usam o transporte anualmente, R$ 3,50 é viável. Isso sem ver as contas da BHTrans [Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte], que não temos acesso.

No campo social, Ribeiro planeja elaborar um programa de distribuição de renda que vai garantir o repasse de R$ 250 mensais a aproximadamente 40 mil famílias carentes da cidade.

O representante do PCdoB ainda promete promover políticas de ressocialização para detentos. Uma delas é a criação de programas que promovam o que ele chama de “penas alternativas”.

— A prefeitura não tem o poder para isso. Quem tem o poder é a Justiça, mas a ideia é fazer uma parceria ligada à área social da prefeitura. Se for feito um ajustamento de conduta, nós podemos, por exemplo, absorver este preto para serviços na prefeitura, dando oportunidades de trabalho e renda.

O candidato

Wadson Ribeiro é formado em administração pública e já ocupou o cargo de secretário executivo do Ministério do Esporte. Ele também já foi presidente da UNE (União Nacional dos Estudantes), além de deputado federal, em Brasília.

O político lança sua candidatura à Prefeitura de Belo Horizonte com o objetivo de, segundo ele, representar um governo de esquerda e contra os ideais defendidos pelo atual presidente da República.

Entrevistas

A conversa com Wadson Ribeiro aconteceu dentro de uma série de entrevistas que o R7 e a equipe digital da Record TV Minas realiza com os candidatos à Prefeitura de Belo Horizonte. Todos os 15 postulantes ao cargo foram convidados, mas nem todos tiveram disponibilidade para participar do projeto.

Vídeos curtos com as principais propostas dos candidatos serão publicados nas redes sociais da emissora, entre os dias 26 de outubro de 7 de novembro.

Veja as entrevistas já publicadas:

Áurea Carolina (PSOL) promete revisar o valor do IPTU

Bruno Engler (PRTB) propõe trocar médicos do comitê da covid-19

Cabo Xavier (PMB) quer moradores “prefeitos” em cada bairro
Cazeca (PROS) quer abrir mão de impostos para ajudar empresários
João Vítor Xavier (Cidadania) sugere esvaziar Lagoa da Pampulha para limpeza
Lafayette Andrada (Republicanos) quer passarelas para agilizar o trânsito
Luísa Barreto (PSDB) propõe obras e áreas verdes contra enchentes
Marcelo de Souza (PATRI) propõe privatizar administração de escolas
Nilmário Miranda (PT) pretende levar fibra ótica para comunidades

Rodrigo Paiva propõe "vale" para pagar escolas particulares em BH

Últimas