Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Queda de ponte nos EUA: tripulantes voltam para casa 3 meses após acidente

Seis pessoas morreram no acidente; tripulação não podia sair do navio porque era considerada testemunha

Internacional|Do Estadão Conteúdo


Momento em que navio em Baltimore bate na ponte, que desaba completamente Reprodução/Record - 26.03.2024/Reprodução/Jornal da Record

Após permanecer três meses a bordo do Dali, navio cargueiro que atingiu a ponte Francis Scott Key, em Baltimore, nos Estados Unidos, em 26 de março, oito marinheiros estão finalmente a caminho de casa. Na segunda-feira (24), o Dali, que ficou preso nos escombros da ponte, deixou o porto da cidade rumo a Norfolk, na Virgínia. As informações são da BBC.

No incidente, seis pessoas morreram na ponte quando o navio cargueiro de cerca de 288 metros de comprimento colidiu com a ponte. Aproximadamente 50 mil toneladas de destroços tiveram que ser removidos e o Dali, transferido para o porto antes que o canal de navegação do Porto de Baltimore pudesse reabrir totalmente em junho, informou a BBC.

A tripulação original, todos indianos, exceto um, ficou no navio. Eles não podiam sair porque eram considerados testemunhas e não tinham vistos válidos ou passes de entrada nos EUA.

Darrel Wilson, porta-voz da empresa de gestão do navio Synergy Marine, disse em entrevista à BBC que além dos oito tripulantes que já retornaram para as suas casas, mais dois deverão deixar os EUA em breve. “Quatro membros originais da tripulação estão ajudando com a movimentação do navio para Norfolk. Depois eles retornarão para Baltimore”, disse Wilson.

Publicidade

Na semana passada, a Synergy Marine disse que os restantes membros da tripulação permaneceram “para ajudar na investigação”.

Segundo a BBC, a notícia da partida dos marinheiros chega dias depois de Baltimore ter retirado uma petição que teria impedido qualquer pessoa de partir antes de ser interrogada. Um acordo entre a cidade, o proprietário do navio e sua administradora abriu caminho para a saída de alguns dos homens. No entanto, eles devem estar disponíveis para depoimentos mesmo após deixarem os Estados Unidos.

De acordo com a BBC, a tripulação já havia sido entrevistada pelo Departamento de Justiça e o investigadores concluíram que não havia razão para mantê-los nos EUA. No mês passado, o Conselho Nacional de Segurança nos Transportes disse que o Dali perdeu energia várias vezes antes de atingir a ponte. A Guarda Costeira dos EUA e o FBI estão investigando o acidente.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.