Minas Gerais Zema confirma R$ 298 mi da Vale para obras contra enchentes

Zema confirma R$ 298 mi da Vale para obras contra enchentes

Valor será usado para intervenções no córrego do Ferrugem e na avenida Tereza Cristina, entre Belo Horizonte e Contagem

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento e Célio Ribeiro*, do R7

Avenida sofre com inundações frequentes

Avenida sofre com inundações frequentes

Divulgação / Corpo de Bombeiros

O Governo de Minas confirmou que vai destinar R$ 298 milhões do acordo firmado com a mineradora Vale para obras contra enchentes na avenida Tereza Cristina, nas cidades de Belo Horizonte e Contagem.

A informação foi confirmada nesta quinta-feira (18) pelo Governador Romeu Zema (Novo). Pelas redes sociais, Zema informou que o valor será usado para solucionar os problemas no córrego do Ferrugem e afirmou que o Estado “mantém diálogo com as prefeituras dessas duas cidades para levar adiante essa solução”.

A possibilidade de usar parte do acordo de reparação pela tragédia de Brumadinho em obras contra enchentes na região metropolitana de BH já havia sido citada pelo superintendente da Sudecap (Superintendência de Desenvolvimento da Capital), Henrique Castilho. Em entrevista exclusiva à Record TV Minas, Castilho adiantou que as duas prefeituras já discutiam o assunto.

— Nós estamos juntos trabalhando e tentando ver a possibilidade de pegar o recurso da Vale para usar nesse trabalho. Com a ajuda das prefeituras e do Governo de Minas, talvez com a ajuda do acordo da Vale, a obra pode sair.

Veja: Dinheiro de acordo com a Vale vai para obras, metrô e atingidos

De acordo com o chefe da Sudecap, a ajuda do Governo de Minas é necessária, pois a obra é considerada complexa e de alto custo. Quase anualmente, a prefeitura da capital realiza “reconstituições” em trechos da avenida Tereza Cristina, mas as enchentes e a destruição causadas pela chuva só seriam interrompidas com uma intervenção maior, como a construção de grandes reservatórios, que a PBH pretende implantar na avenida Vilarinho, na região Norte.

Em nota, a Prefeitura de Contagem afirma que vê o anúncio do Governo de Minas como “um passo importante [...] para minimizar os problemas da avenida Tereza Cristina”. Segundo o Executivo, o valor será usado para viabilizar obras de complementação da bacia do Arrudas, que envolve os córregos Ferrugem e Riacho.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas