São Paulo Suspeitos de matar família carbonizada no ABC se tornam réus

Suspeitos de matar família carbonizada no ABC se tornam réus

Justiça deve decidir se levará os acusados a júri popular e marcar a data de um possível julgamento para que eles respondam pelos crimes

  • São Paulo | Do R7, com informações da Agência Record

Corpos da família foram encontrados dentro de um carro em chamas no ABC Paulista

Corpos da família foram encontrados dentro de um carro em chamas no ABC Paulista

Reprodução/Record TV

A Justiça de São Paulo tornou réus os cinco presos acusados de matar e queimar um casal de empresários e seu filho adolescente no início deste ano na região do ABC Paulista. A informação foi confirmada nesta terça-feira (12) pelo Tribunal de Justiça.

Leia mais: Filha premeditou morte de família carbonizada no ABC, diz inquérito

Segundo o TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), o pedido do MP-SP (Ministério Público de São Paulo) foi acatado e os presos tornaram-se réus pela morte de Romuyuki Veras Gonçalves, de 43 anos, sua mulher, Flaviana de Meneses Gonçalves, de 40 anos, e o filho deles, Juan Victor Gonçalves, de 15 anos.

Entre os presos, estão a filha do casal, Anaflávia Martins Meneses Gonçalves, de 24 anos, e sua namorada, Carina Ramos de Abreu, de 26 anos.

Leia mais: Nova testemunha dá detalhes sobre morte de família carbonizada

Os outros réus são dois irmãos, primos de Carina, Juliano Oliveira Ramos Júnior, de 22 anos, e Jonathan Fagundes Ramos, de 23 anos. O quinto, é um detido é Guilherme Ramos da Silva, 19 de anos, vizinho deles.

Os réus estão presos preventivamente acusados de assassinato, roubo, ocultação de cadáver e associação criminosa. A Justiça deve decidir se levará os acusados a júri popular e marcar a data de um possível julgamento para que eles respondam pelos crimes.

Últimas