Small-house Faça do R7.com sua página inicial

SIM NÃO

Cidades

5/2/2013 às 10h27 (Atualizado em 5/2/2013 às 11h06)

Mais três ônibus e um caminhão são incendiados em SC no sétimo dia de ataques

Até agora, Estado teve 54 atentados em 18 cidades; um suspeito morreu e 23 foram detidos

Do R7

Caminhões, ônibus, viaturas e carros estão entre os veículos incendiados em Santa Catarina Ulisses Job/Futura Press/Estadão Conteúdo

Pelo sétimo dia seguido, mais três ônibus e um caminhão são atacados em Santa Catarina. Os ataques foram registrados em Tubarão, Chapecó e Joinville. Desde a semana passada, foram registrados 54 ataques em 18 cidades do Estado. Um suspeito morreu e 23 foram detidos, entre eles seis adolescentes. Três pessoas ficaram feridas. Somente entre a noite desta segunda-feira (4) e a madrugada desta terça-feira (5), foram mais quatro ocorrências.

Entre a noite da última quarta-feira (30) até as 7h desta terça-feira, 23 ônibus foram incendiados. Também foram atacadas quatro instalações da Polícia Militar, três da Polícia Civil e um presídio.

Dos três feridos, uma foi uma passageira que se queimou por não sair a tempo de um ônibus que foi incendiado. Outro ferido foi um suspeito de ter colocado fogo em um coletivo. O jovem, de 19 anos, teve queimadura nas pernas, segundo a PM. O último ferido foi o garupa da moto que caiu quando o comparsa foi baleado pela Polícia Militar. O motociclista foi morto ao tentar atirar em um policial que estava de folga.

Essa é a segunda onda de ataques no Estado. A anterior aconteceu em novembro no ano passado.

Facção criminosa de Santa Catarina copia modelo do PCC

Base da Guarda Municipal, ônibus e loja são atacados em seis dias de violência em SC

Após 43 atentados, SC ainda não solicitou ajuda à Força Nacional

Última noite

Em Tubarão, um homem de capuz tentou incendiar um micro-ônibus estacionado na rua Antônio Delfino Júnior, no bairro Oficinas, por volta das 22h45. Segundo a Polícia Militar, o suspeito estava com uma garrafa plástica de 2l com combustível. Ele jogou o jogou o combustível no lado de fora do coletivo, botou fogo e fugiu. O proprietário do ônibus viu a ação e conseguiu conter o fogo com um extintor. Somente a pintura ficou danificada.

Outros três ônibus foram incendiados, por volta das 2h da madrugada desta terça-feira, na garagem da Prefeitura Municipal de Ilhota, também em Tubarão. Um coletivo ficou completamente destruído. A polícia encontrou garrafas PET no fundo de um dos ônibus. Ninguém foi preso.

Mais um ônibus foi incendiado em Chapecó, por volta das 5h. Quatro homens armados, aparentemente adolescentes, renderam o motorista que foi obrigado a descer do veículo. Eles atearam fogo ao coletivo e fugiram em um carro.

Cerca de meia hora depois, um caminhão foi incendiado em Joinville. O crime foi na rua Áustria, no bairro Santa Catarina.

Em mais uma noite de violência em SC, veículos são incendiados e delegacias e subprefeituras são atacadas

SC tem sete ônibus e um guincho incendiados

Tortura de presos

As cenas de um vídeo mostrando atitudes de tortura contra um grupo de aproximadamente 70 presos na cadeia de Joinville, gravado no dia 18 de janeiro, podem estar relacionadas diretamente à onda de ataques criminosos em Santa Catarina. Uma das 56 câmeras capturou uma operação pente-fino com a participação de 14 agentes do Deap (Departamento de Administração Prisional) em que dezenas de presidiários foram submetidos à tortura.

Um a um, no pavilhão 4 do presídio de Joinville, os presos foram conduzidos nus para um canto do cômodo. Ajoelhados, com as mãos à cabeça e sem reagir, alguns foram atingidos nas costas por disparos à queima roupa por armas não letais (balas de borracha), atingidos com bombas de efeito moral, gás de pimenta e ainda foram agredidos por voadoras dos agentes. Durante a "operação tática", detentos foram arrastados da área de banho de sol aparentemente lesionados ou debilitados fisicamente pela ação química dos dispositivos usados.

O Deap prometeu apuração rigorosa do caso. Nesta terça-feira (5) serão ouvidos todos os agentes que participaram da ação. Os responsáveis serão afastados por 60 dias e um procedimento administrativo será instaurado. O grupo deverá responder a um inquérito policial e a uma futura ação penal. O juiz corregedor João Marcos Buch já deu início à apuração dos abusos.

Após ataques, ônibus devem parar de rodar às 19h30 em Florianópolis

Quatro ônibus são incendiados em Santa Catarina durante a madrugada

Assista ao vídeo:

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
Compartilhe
Paraná

Bombeiro sai para atendimento e encontra enteada morta em acidente

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Crime bárbaro

Mãe conta como matou a filha de 7 anos para ritual no PR; ossada é encontrada

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Braço amputado

Tigre ataca menino de 11 anos em zoo do Paraná ; pai responderá por lesão

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Exposição na rede

Vazamento de fotos íntimas leva a prisões pelo País; especialista alerta para riscos

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Cidades

  • Últimas de Notícias

Compartilhe
Saudade

Foto inédita do Google de jovem morta na tragédia em Santa Maria emociona pai

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!