Enem Enem, Fuvest, Unicamp: qual a diferença entre os vestibulares?

Enem, Fuvest, Unicamp: qual a diferença entre os vestibulares?

Maratona de provas para os principais processos seletivos já estão abertas; saiba como funciona e monte uma estratégia de estudo

  • Enem | Alex Gonçalves, do R7*

Saiba a diferença entre os principais vestibulares e planeje a estratégia de estudos

Saiba a diferença entre os principais vestibulares e planeje a estratégia de estudos

Divulgação Freepik

Já começou a maratona de inscrições para os principais vestibulares do país: Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), Fuvest (Fundação Universitária para o Vestibular) e Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). Mas sabe identificar a diferença entre eles?

Todo vestibular possui uma particularidade. Para ajudar a definir uma estratégia de estudos e conquistar uma vaga na graduação, o R7 entrevistou Vitor Ricci, coordenador do Poliedro Curso de Campinas (SP).

Enem

Segundo Ricci, o Enem é conhecido por ter uma prova interpretativa. "É uma prova longa e com muitos textos para resolver cada enunciado", explica. O coordenador também destaca que no exame são cobradas habilidades e competências dos estudantes, através da capacidade de interpretações e resoluções dos casos propostos.

A redação do Enem possui estilo argumentativo. De acordo com o Ricci, a proposta é social. "A redação sempre traz algo com problemas sociais, na realidade brasileira ou com algo maior de escala global", diz. "Cabe ao aluno realizar uma proposta de intervenção, indicando uma solução para o problema apresentado", comenta.

Vale lembrar que a prova do Enem não possui lista de obras obrigatórias para leitura, mas o conteúdo de literatura é cobrado por meio das interpretações textuais.

Relembre temas das redação do Enem e veja algumas dicas de texto

O Enem 2021 acontece nos dias 21 e 28 de novembro. Na última segunda-feira (13) o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) informou que os inscritos no Enem 2020 que tiveram direito à isenção e não compareceram às provas terão nova oportunidade. Podem se inscrever na Página do Participante até o 26 de setembro e terão garantido a isenção da taxa de inscrição. As provas para esse público serão aplicadas em 9 e 16 de janeiro de 2022.

Fuvest

A Fuvest (Fundação Universitária para o Vestibular), é responsável pelo vestibular e ingressos da USP (Universidade de São Paulo). Segundo Ricci, é um processo seletivo menos cansativo em comparação ao Enem com questões mais diretas. "É uma prova conteudista e com enunciados mais curtos", conta. Para o coordenador, não basta apenas a capacidade interpretativa, é necessário ter o conhecimento específico das disciplinas.

O vestibular 2022 da Fuvest possui nove obras obrigatórias para leitura com diversos gêneros literários que podem ser cobrados tanto na primeira quanto na segunda fase dos exames. Já a redação segue o estilo argumentativo, informa Ricci. Possui temas mais abertos para que o estudante possa trazer maior reportório durante a produção do texto.

As inscrições para o Vestibular 2022 da Fuvest estão abertas e seguem até o meio-dia do dia 1º de outubro de 2021. O valor da taxa é de R$ 182. A 1ª Fase está prevista para o dia 12 de dezembro de 2021, já as provas da 2ª Fase ocorrem em 16 e 17 de janeiro de 2022.

Unicamp

O vestibular da Unicamp é realizado pela Comvest (Comissão Permanente para os Vestibulares). Ainda de acordo com o coordenador Vitor Ricci a prova é contemporânea. "O exame é baseado em fatos recentes através de questões aprofundadas, ou seja, o estudante precisa relacionar os conhecimentos das diversas áreas do conhecimento", diz.

A edição deste ano da Unicamp conta com sete lista de obras obrigatórias: 

- Sonetos escolhidos – Camões
- Sobrevivendo ao inferno – Racionais Mc´s
- O Espelho – Machado de Assis
- O Marinheiro – Fernando Pessoa
- A Falência – Júlia Lopes de Almeida
- O Ateneu – Raul Pompéia
- Sermões – Antônio Vieira

Para a redação a Unicamp é a única instituição que não define o gênero textual previamente aos participantes. Isso faz com que sejam cobrados diferentes gêneros textuais. — A redação é uma surpresa. A Unicamp trabalha com gêneros textuais onde o aluno pode escolher aquele que ele se sente mais à vontade e mais seguro para a produção do texto, finaliza Ricci.

Unicamp: encontros online gratuitos ajudam vestibulandos

O vestibular da Unicamp prefere textos mais próximos à realidade do candidato, com formatos diversos. Desde a edição de 2020, devido à pandemia da Covid-19, a primeira fase da prova conta com 72 questões e quatro alternativas.

A primeira fase do Vestibular Unicamp 2022 será realizada em um único dia, 7 de novembro de 2021, e a segunda fase acontecerá nos dias 9 e 10 de janeiro de 2022.

*Estagiário do R7 sob supervisão de Karla Dunder

Últimas