Eleições 2022

Eleições 2022 TSE cria painel na web com dados das eleições entre 1965 e 2020

TSE cria painel na web com dados das eleições entre 1965 e 2020

No site do tribunal, o usuário pode acessar números, ver resultados de eleições e simular voto em urna eletrônica; veja como

  • Eleições 2022 | Lucas Nanini, do R7, em Brasília

Reprodução de página disponível no site do TSE com dados sobre as eleições

Reprodução de página disponível no site do TSE com dados sobre as eleições

TSE/Reprodução

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibiliza em seu site um painel com informações sobre todas as eleições realizadas no Brasil entre 1965 e 2020 – período em que o país teve cinco Constituições Federais e quatro Códigos Eleitorais. A página dá acesso também a dados sobre candidatos eleitos e a cronologia das eleições.

plataforma interativa permite uma simulação do voto na urna eletrônica – com partidos e candidatos fictícios. É possível consultar informações sobre número de eleitores, votação, resultados e normas de cada pleito. A disponibilização dos dashboards é parte das comemorações pelos 90 anos da Justiça Eleitoral.

O modelo traz informações de todas as eleições realizadas com urna eletrônica e também dos pleitos de 1965, 1966, 1970, 1974, 1978, 1982, 1986, 1989 e 1990, quando o voto era apenas impresso. A plataforma traz mapas, gráficos, filtros e tabelas para guiar o usuário.

Segundo o TSE, o painel será aprimorado e deverá conter informações de outras eleições em breve. A previsão do TSE é que dados sobre as votações entre 1933 e 1962 estejam disponíveis até julho.

Simulação de urna eletrônica no site do TSE

Simulação de urna eletrônica no site do TSE

TSE/Reprodução

Cada painel se inicia com um breve resumo descritivo da eleição apresentada, trazendo informações relevantes para a sua compreensão e contextualização histórica, entre outras”, afirma o chefe da Seção de Dados Estratégicos Gerenciais do TSE (Sedeg), Leonardo Oliveira.

Leia também: Fachin diz que cem entidades internacionais podem observar as eleições

O tribunal informou que a elaboração dos painéis foi feita a partir de solicitações dos próprios usuários do portal – que relataram ter dificuldades para acessar os dados brutos na página. Estudantes e pesquisadores participaram do processo de modernização do sistema.

Segundo a Corte Eleitoral, o novo formato de visualização pretende disponibilizar os dados sem a necessidade de conhecimento “de técnicas de análise exploratória para se chegar a determinadas informações”.

O líder de desenvolvimento do projeto, André Santos, reconhece que o modelo antigo dificultava a comunicação entre o usuário e o TSE, mas afirma que os painéis agora disponíveis permitem um melhor entendimento de todo o conteúdo.

Sede do TSE, em Brasília

Sede do TSE, em Brasília

TSE/Reprodução

“Com poucos cliques, por exemplo, é possível descobrir o eleitorado e o comparecimento na eleição presidencial, por unidade da Federação ou regiões do Brasil, visualizando inclusive esses números em um mapa com saturação de cor”, diz Santos.

Últimas