Internacional Índia: sobe o número de mortos após rompimento de barragem

Índia: sobe o número de mortos após rompimento de barragem

Equipes de resgatem buscam pelo menos 200 pessoas entre moradores da região e funcionários de usinas hidrelétricas

  • Internacional | Do R7

Equipes de resgate trabalham para encontrar pelo menos 200 desaparecidos

Equipes de resgate trabalham para encontrar pelo menos 200 desaparecidos

EFE/EPA/STATE DISASTER RESPONSE FORCE

As autoridades indianas divulgaram que o número de mortos chegou a pelo menos 18 após o rompimento de uma geleira do Himalaia atingir as represas de duas usinas hidrelétricas no no distrito de Chamoli, no norte do país, no último domingo (7). As informações foram divulgadas pelo portal India Today nesta segunda-feira (8).

O número de vítimas fatais pode ser ainda maior considerando que pelo menos 150 funcionários estavam trabalhando nas usinas que foram atingidas pela água. As equipes de busca trabalham com a estimativa de pelo menos 200 pessoas desaparecidas.

"Veio muito rápido, não deu tempo de alertar ninguém. Eu senti que até nós seríamos varridos dali", disse Sanjay Singh Rana, que mora na parte superior do rio na vila de Raini, à agência de notícias Reuters.

Logo após a tragédia, equipes foram deslocadas para a região para auxiliar na busca e no atendimento aos feridos. Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra a retirada de 16 trabalhadores de dentro de um túnel.

Em meio à muita lama, cada uma das pessoas que tinha ficado presa foi retirada da galeria subterrânea. Entre os resgatados, somente quatro precisaram de socorro médico para receber oxigênio.

Acredita-se que outras 35 pessoas estejam presas em um outro túnel que foi fechado pela avalanche de lama, mas ainda não há informações sobre a localização e o estado das vítimas. 

Últimas