Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Johannesburgo restaura energia, mas ainda apura as causas de megaexplosão que abalou cidade

Ao menos um morreu e 48 se feriram devido ao deslocamento de ar, que arremessou carros para o alto e rasgou 1 km de asfalto

Internacional|Do R7


Situação no centro de Johannesburgo ainda é crítica
Situação no centro de Johannesburgo ainda é crítica

Uma semana depois da megaexplosão que arremessou veículos pelos ares, deixou uma pessoa morta e feriu 48, a Prefeitura de Johannesburgo conseguiu, nesta terça-feira (25), reestabelecer a energia elétrica das ruas do centro da cidade. A tragédia provocou o corte imediato da distribuição de luz. A medida foi tomada a fim de evitar novas explosões — assista aos vídeos em inglês abaixo.

Apesar de dar o primeiro passo para a volta à normalidade, a prefeitura da maior cidade da África do Sul ainda apura as causas da megaexplosão. Inicialmente, um vazamento de gás sob a terra teria provocado a tragédia. A ausência de técnicos, especialistas e engenheiros capazes de detectar o que provocou o acidente ainda é um gargalo para Johannesburgo.

Alguns vídeos divulgados ontem mostram os técnicos trabalhando nos escombros, a fim de vistoriar o que sobrou da explosão. No momento do estrondo, o asfalto se abriu por uma extensão de aproximadamente 1 km. Cerca de 16 quarteirões foram imediatamente isolados, o que mudou a rotina na região central da cidade.

África do Sul: Técnicos usam drone para achar causa de megaexplosão. Veja abaixo:

Publicidade

Johannesburgo: autoridades ainda apuram causas de megaexplosão. Assista:

Megaexplosão deixa subsolo do centro de Johannesburgo comprometido:

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.