Balanço Geral MG CPI da Cemig pede indiciamento de 16 pessoas e 8 empresas

CPI da Cemig pede indiciamento de 16 pessoas e 8 empresas

O presidente da companhia, Reynaldo Passanezi é denunciado por contratação direta ilegal e improbidade administrativa

Foi aprovado por unanimidade, nesta sexta-feira (18), o relatório da CPI da Cemig, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. No parecer, o relator deputado Sávio Souza Cruz (MDB) pediu o indiciamento de 8 empresas e 16 pessoas. Entre elas, o presidente da companhia energética, Reynaldo Passanezi Filho, por contratação direta ilegal de pessoas, e improbidade administrativa.

Últimas