Minas Gerais Menina que teria sido espancada pelo padrasto em MG recebe alta

Menina que teria sido espancada pelo padrasto em MG recebe alta

Criança de 2 anos chegou inconsciente ao hospital, precisou ser reanimada e ficou oito dias internada; suspeito está preso

Menina ficou 8 dias internada em Contagem (MG)

Menina ficou 8 dias internada em Contagem (MG)

Reprodução / Record TV Minas

A menina de 2 anos que teria sido espancada pelo padrasto em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, recebeu alta hospitalar, nesta terça-feira (4).

A criança estava internada desde o dia 26 de abril no Hospital Municipal de Contagem, também na Grande BH, quando foi levada inconsciente para o ambulatório. A vítima, que teve várias lesões no rosto, precisou ser reanimada e intubada.

Logo após ser liberada, a criança foi levada pelos avós paternos para Goiás, onde mora parte da família. A menina deve morar com o pai nos próximos meses.

Relembre o caso

A criança teria sido espancada pelo padrasto na noite do dia 26 de abril. Segundo a Polícia Militar, a babá estava no quarto quando ouviu um gemido da criança e flagrou o homem pegando a criança já desacordada. A babá, então, teria pegado a criança no colo e pediu ajuda para os vizinhos.

Inicialmente, a criança, identificada pelas iniciais M. L. R. S., foi levada para uma unidade de Saúde de Betim. O pediatra que atendeu a vítima decidiu acionar a PM após desconfiar de que ela teria sido vítima de violência. Na sequência, ela foi encaminhada para o Hospital Municipal de Contagem e foi submetida a um exame de emergência para detectar hemorragias ou perfurações de órgãos.

O suspeito do crime, o servente de pedreiro Philipe Emanuel, de 23 anos, foi preso na segunda-feira (3) ao se apresentar a uma Delegacia de Mulheres. De acordo com a polícia, o homem já foi indiciado por tráfico de drogas e estava em liberdade provisória.

Últimas