Minas Gerais Padrasto suspeito de espancar menina de 2 anos é preso em MG

Padrasto suspeito de espancar menina de 2 anos é preso em MG

Servente de pedreiro se escondeu na casa de parentes durante 4 dias e se entregou à polícia; ele nega ter espancado a criança

  • Minas Gerais | Camila Cambraia, da RecordTV Minas

Menina continua internada em Contagem (MG)

Menina continua internada em Contagem (MG)

Reprodução/RecordTV Minas

A Polícia Civil prendeu o servente de pedreiro Philipe Emanuel, de 23 anos, suspeito de ter espancado a enteada M.L.R.S, de apenas dois anos. A menina está internada no Hospital Municipal de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, desde a semana passada. 

O suspeito ficou foragido durante quatro dias e foi detido quando se apresentou à Delegacia de Mulheres. 

De acordo com a polícia, o homem já foi indiciado por tráfico de drogas e estava em liberdade provisória. Segundo a delegada Ariadne Coelho, responsável pela investigação do caso, após agredir e deixar a criança desacordada, ele se escondeu na casa de parentes. Em depoimento, ele negou ter cometido o crime, no entanto, a babá da criança disse para a polícia que presenciou as agressões.

Veja: Mãe diz que confiava em namorado suspeito de agredir criança em MG

Relembre o caso

A menina deu entrada na unidade de saúde na noite dessa segunda-feira (26). Ela chegou em uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e foi encaminhada direto para o bloco cirúrgico.

De acordo com a equipe médica que atendeu a paciente, a menina apresentava hematomas e várias lesões pelo corpo, principalmente na cabeça. Ela foi submetida a um exame de emergência pra detectar se havia hemorragia interna ou a perfuração de algum órgão. O estado de saúde dela é grave

Antes de chegar ao pronto socorro infantil do Hospital Municipal de Contagem, ela foi atendida numa unidade de saúde em Betim, também na Grande BH.Quem chamou a polícia foi o pediatra que cuidou dela no local, depois de suspeitar que a criança tenha sido vítima de agressão.

Últimas