Minas Gerais Zema e prefeituras assinam acordo para obras contra enchentes

Zema e prefeituras assinam acordo para obras contra enchentes

Quase R$ 300 milhões do acordo com a Vale serão usados para intervenções na região da avenida Tereza Cristina, na Grande BH

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento e Célio Ribeiro*, do R7

Acordo prevê obras contra enchentes na Grande BH

Acordo prevê obras contra enchentes na Grande BH

Raquel Rocha / Record TV Minas

O Governo de Minas e as Prefeituras de Belo Horizonte e Contagem assinaram, nesta quarta-feira (12), um acordo de cooperação para a realização de obras contra enchentes na avenida Tereza Cristina, que passa pelas duas cidades.

O documento foi assinado pelo Governador Romeu Zema (Novo), pela prefeita de Contagem, Marília Campos (PT) e pelo vice-prefeito de Belo Horizonte, Fuad Noman (PSD).

O Estado vai empenhar R$ 298 milhões para as intervenções de macrodrenagem, sendo que R$ 62 milhões serão administrados pela capital e R$ 98 milhões ficarão em Contagem. O restantes será usado pelo governo para realocar as famílias desabrigadas.

O valor é proveniente do acordo de reparação da tragédia de Brumadinho, firmado entre o Governo de Minas e a mineradora Vale. O repasse do dinheiro para as intervenções ainda depende de aprovação da ALMG (Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

A solenidade de assinatura do acordo contou com a presença de vereadores das duas cidades e também de deputados estaduais. Zema ressaltou que a parceria entre as Administrações Municipais e Estadual poderão melhorar a situação de milhares de moradores da Grande BH.

— Essas pessoas convivem com problemas há décadas, há gerações. Muitas já perderam a esperança, porque o problema que o avô tinha, o filho teve e o neto também tem. Eu espero que essa união de esforços venha a significar uma solução quase total. Se ele perdurar, que seja mínimo.

Veja: Canalização de córrego explica alagamentos em área nobre de BH

Belo Horizonte informou ter entrado com uma contrapartida de R$ 7 milhões, enquanto Contagem afirma ter disponibilizado R$ 30 milhões do orçamento municipal. As duas prefeituras serão responsáveis pelas intervenções em seus territórios.

Na capital mineira, será construída a terceira barragem de retenção na Vila Sport Club e um parque linear, utilizado para aumentar a vazão de água pelos leitos pluviais. As duas intervenções serão realizadas na região Oeste de BH.

Já em Contagem, haverá a conclusão da bacia do rio Volga, no bairro Riacho, e a construção de duas bacias de retenção, nos bairros Vila PTO e Vila Itaú. As estruturas dos dois municípios terão a capacidade de represar 755.155 m³ de água das chuvas, que serão gradativamente escoadas.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas