Quarta Instância Procuradores esperam 'página virada' da relação de Lula com o MP

Procuradores esperam 'página virada' da relação de Lula com o MP

Presidente fez discurso na cerimônia de posse de Paulo Gonet na PGR

Lula e Gonet na posse do novo procurador-geral da República

Lula e Gonet na posse do novo procurador-geral da República

Ricardo Stuckert/PR - 18.12.23

Considerado o ponto alto da posse de Paulo Gonet na Procuradoria-Geral da República, o discurso do presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi interpretado por subprocuradores como esperado. E que a expectativa é que a posse de Gonet represente uma página virada da relação do presidente com o MP.

Lula afirmou que não pode existir a possibilidade de o Ministério Público "achar que todo político é corrupto". Lula falou ainda de "acusações levianas" e afirmou que "nunca" vai pedir um favor pessoal ao novo chefe da PGR.

Um subprocurador também afirmou que Gonet recebe um MP “menos conflagrado” após algumas medidas tomadas pela interina Elizeta Ramos.

O petista solicitou ao Ministério Público que garanta a liberdade, a democracia e a verdade, além de não permitir que uma denúncia seja publicizada antes, de forma a evitar que as pessoas sejam condenadas previamente. "E muita gente não tem condições sequer de ser absolvida", disse o presidente. Lula falou também que o órgão, agora chefiado por Paulo Gonet, "precisa jogar o jogo de verdade".

Lula foi alvo da Operação Lava-Jato, que levou o atual presidente à prisão. Lula disse ainda que "nenhum procurado pode brincar" com a instituição. Em frente a Lula, na primeira fileira do auditório, estavam procuradores que atuaram na operação.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas