Internacional Francisco Sagasti será o novo presidente do Peru

Francisco Sagasti será o novo presidente do Peru

Manuel Merino renunciou após uma semana no poder e em meio a uma grave crise política e social que levou a grandes protestos populares

  • Internacional | Do R7, com EFE

Francisco Sagasti será o novo presidente do Peru

Francisco Sagasti será o novo presidente do Peru

EFE/ Agencia Andina /SOLO USO EDITORIAL/NO VENTAS/MÁXIMA CALIDAD DISPONIBLE

Francisco Sagasti, um congressista do Partido Morado, de tendência centro-liberal, será o novo presidente do Peru e assumirá o cargo vago desde ontem, quando Manuel Merino renunciou após apenas uma semana no poder e em meio a uma grave crise política e social que levou a grandes protestos populares no país.

Sagasti, de 76 anos, foi eleito pelo Congresso para presidi-lo e, portanto, assumirá o poder no país conforme a Constituição, que determina que o líder do Parlamento assuma a presidência do país quando não houver um mandatário.

Merino será investigado por violações de direitos humanos

O placar da votação na qual foram escolhidos na mesma chapa Sagasti e os três novos vice-presidentes da mesa diretora do Congresso foi de 97 votos a favor e 26 contra. Com a nova composição, o país espera encontrar uma saída para a crise política, de legitimidade e de violência repressiva que foi desencadeada após a destituição de Martín Vizcarra da presidência do país, há uma semana, o que levou à posse de Merino.

Crise política

No domingo (15), o então presidente interino do Peru, Manuel Merino, anunciou sua renúncia em um discurso após passar apenas 5 dias no cargo.

A decisão teria sido tomada após o Congresso peruano pressionar Merino para que deixasse a posição como uma forma de acalmar a turbulenta situação política do país. Durante a madrugada do mesmo dia, 13 ministros tinham anunciado sua saída do governo.

Sagasti será o quarto presidente do Peru desde 2016. O país tem eleições marcadas para o primeiro semestre de 2021.

Evo Morales volta para a Bolívia em caravana após exílio na Argentina

Últimas