Minas Gerais Mulher envenenada pelo marido com cerveja morre em MG

Mulher envenenada pelo marido com cerveja morre em MG

Segundo a polícia, investigado se inspirou no caso da cervejaria Backer para escolher a substância para intoxicar a esposa

  • Minas Gerais | Gledson Leão, da Record TV Minas

Vítima ingeriu cerveja adulterada pelo marido

Vítima ingeriu cerveja adulterada pelo marido

Reprodução / Pixabay

Morreu, nesta sexta-feira (7), a mulher de 37 anos que tomou cerveja envenenada pelo marido no último dia 11 de abril em Mateus Leme, na região metropolitana de Belo Horizonte.

De acordo com a Polícia Civil, o invetigado relatou que contaminou a bebida com o anticongelante dietilenoglicol, inspirado no caso das intoxicações e mortes causadas pela cerveja da empresa mineira Backer.

Gisele Lidiana foi internada no hospital de Mateus Leme dois dias após consumir a bebida oferecida pelo marido. Horas depois, o estado de saúde da vítima piorou e ela transferida para uma Contagem, também na Grande BH.

O suspeito, de 42 anos, está preso desde o dia 19 de abril, quando se entregou à Polícia Civil e, segundo o órgão, confessou o crime. A substância, altamente tóxica utilizada em processos de refrigeração teria sido comprada na internet por R$ 35 reais.

O casal estava junto há 19 anos e, segundo os investigadores, a motivação para o crime seriam desentendimentos entre os dois, além de problemas financeiros. A reportagem tenta contato com a defesa da vítima.

Últimas