Brasília 'Histórica atuação na política', diz Lula ao lamentar morte de Campos Machado

'Histórica atuação na política', diz Lula ao lamentar morte de Campos Machado

O ex-deputado estadual paulista e advogado criminalista morreu no sábado (6), vítima de leucemia

  • Brasília | Bruna Lima, do R7, em Brasília

Ex-deputado Campos Machado morreu aos 84 anos, vítima de leucemia

Ex-deputado Campos Machado morreu aos 84 anos, vítima de leucemia

Agência Alesp/Divulgação

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lamentou neste domingo (7) a morte do ex-deputado estadual Antônio Carlos de Campos Machado. Na homenagem postada pelas redes sociais, o chefe do Executivo federal afirmou que Machado "teve histórica atuação na política paulista e partidária" e que, ao longo da trajetória, enfrentou "correntes que flertaram com a negação da política e da democracia". 

Campos Machado morreu no sábado (6), em São Paulo, aos 84 anos. Em nota, a família informou que ele "lutou bravamente nos últimos dias contra um quadro grave de leucemia".

"Antônio Carlos Campos Machado teve histórica atuação na política paulista e partidária, sendo oito vezes eleito deputado estadual, prova da sua forte relação com a população de São Paulo. Dedicou-se, por décadas, ao PTB e enfrentou no partido correntes que flertaram com a negação da política e da democracia que ameaçou nosso país", escreveu Lula. 

O presidente também prestou solidariedades aos familiares e amigos de Machado, citando, inclusive, o vice-presidente Geraldo Alckmin (PTB), ex-colega de partido do ex-deputado. "meus sentimentos e solidariedade para a família, amigos, meu vice Geraldo Alckmin e demais companheiros de trajetória política de Campos Machado". 

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Durante décadas, Campos Machado foi o principal líder do PTB em São Paulo. Recentemente, ele se filiou ao PSD, tendo antes também atuado no Avante, onde foi presidente estadual da legenda.

O político se elegeu por oito mandados consecutivos ao Legislativo Paulista (1987-2023), onde trabalhou em mais de 4 mil iniciativas legislativas, segundo levantamento da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp). Entre os projetos de lei sob a liderança de Machado estão a gratuidade no transporte público estadual para idosos e a lei da liberdade religiosa. Além de político, Campos Machado era advogado criminalista.

Últimas