Rio de Janeiro Crivella lidera disputa para prefeitura do Rio com 33%, diz pesquisa

Crivella lidera disputa para prefeitura do Rio com 33%, diz pesquisa

Marcelo Freixo (PSOL) está na 2ª posição com 10,4% da preferência. Pedro Paulo está em 3º

Crivella lidera disputa para prefeitura do Rio com 33%, diz pesquisa

Marcelo Crivella (PRB) lidera as intenções de voto para a Prefeitura do Rio. Socialista Marcelo Freixo está em 2º

Marcelo Crivella (PRB) lidera as intenções de voto para a Prefeitura do Rio. Socialista Marcelo Freixo está em 2º

Montagem/Folhapress

Uma pesquisa sobre as intenções de votos para a Prefeitura do Rio de Janeiro, realizada entre 1º e 5 de setembro pelo instituto Paraná Pesquisas e divulgada nesta terça-feira (6), aponta a liderança de Marcelo Crivella (PRB).

O candidato do PRB tem 33,4% das intenções de voto dos eleitores na pesquisa estimulada — no levantamento anterior, o republicano tinha 33,3%. Na vice-liderança está Marcelo Freixo (PSOL), com 10,4% — recuo de 3,4 pontos percentuais em relação à última pesquisa.

A margem de erro do levantamento do Paraná Pesquisas é de 3,5 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%. O instituto ouviu 940 eleitores, à pedido da TV Record Rio, e registrou o estudo no TSE com o número RJ-08385/2016.

O candidato Pedro Paulo Carvalho (PMDB), passou de 4,6% para 8,6%. Já o postulante Flávio Bolsonaro (PSC) não apresentou variação nas intenções de voto e permanece com 8,3%.

A preferência pela deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ) caiu de 7,9% para 7,7%. Já as intenções de voto para o candidato Índio da Costa (PSD) são de 5,7%, que representa um aumento de 0,9 ponto percentual em relação à pesquisa anterior.

Leia mais notícias de Eleições 2016

Também registraram queda os candidatos Carlos Osório (PSDB), que passou de 4,2% para 3,5%, e Alessandro Molon (Rede), que caiu de 2,9% para 1,8%.

Outros três candidatos aparecem pela primeira vez na pesquisa: Cyro Garcia (PSTU), com 0,6%; Carmem Migueles (Novo), tem 0,4%; e Thelma Bastos (PCO), com 0,1%.

O número de entrevistados que não sabem em quem vão votar passou de 7,7% para 7,1%. Já os que disseram que não votam em nenhum candidato caiu de 12,6% para 12,2%.

2º turno

O Paraná Pesquisas também simulou cenários de segundo turno, e Crivella venceria todos os seus concorrentes. Contra Freixo, o republicano teria 52,6% dos votos se as eleições municipais fossem hoje, contra 24,1% do socialista — os indecisos seriam 7,4% e os eleitores que não votariam em nenhum dos dois somam 15,9%.

Em um cenário com Crivella e Fávio Bolsonaro, o nome do PRB chegaria a 54,5% dos votos se o pleito fosse hoje, contra 17,8% do nome do PSC — os indecisos são 7,2% nesta hipótese e os que não votariam em nenhum dos dois, 20,5%.

Na terceira simulação, com Crivella tem 55,4% da preferência contra 20% de Jandira Feghali (PSOL) — indecisos são 6,8% e os eleitores que não escolheriam nenhum dos dois, 17,8%.

Contra Pedro Paulo (PMDB), Crivella tem 55% da preferência, contra 18% do peemedebista. Os indecisos somam 7,7% e os eleitores que não escolheriam nenhum dos dois totalizam 19,4%.

Por fim, em um cenário com Crivella e Índio da Costa (PSD), o republicano conta com 55,6% das intenções de voto, contra 18% do rival. Indecisos totalizam 6,9% e os entrevistados que disseram não votar em nenhum dos dois, 19,5%.

Assista à reportagem da TV Record RJ sobre a pesquisa:

    Access log