Internacional Espanha enfrenta onda de calor que pode passar dos 44°C

Espanha enfrenta onda de calor que pode passar dos 44°C

Várias regiões do país estão em alerta contra possíveis incêndios florestais e emergências médicas devido à alta temperatura

Agência EFE
Mulher usa leque para se abanar no parque do Retiro, em Madri, capital da Espanha

Mulher usa leque para se abanar no parque do Retiro, em Madri, capital da Espanha

J.J. Guillén / EFE - 11.8.2021

Praticamente toda a Espanha está desde esta quarta-feira (11) sob os efeitos de uma onda de calor cujo pico acontecerá entre sexta-feira e domingo, quando as temperaturas podem ultrapassar 44ºC em algumas regiões.

Leia também: Chuvas intensas, secas e ondas de calor deixam cientistas em alerta

Além disso, há receios de um aumento dos níveis de radiação ultravioleta e do risco de incêndios, justamente em um momento em que alguns países mediterrâneos vêm combatendo chamas difíceis de serem controladas, como Argélia, Itália e Grécia.

Por esta razão, o presidente do governo espanhol, Pedro Sánchez, pediu "máxima prudência e plena cooperação" à população.

As comunidades autônomas espanholas também estão tomando medidas. Na Catalunha, acampamentos e atividades esportivas em montanhas foram proibidos até segunda-feira nas áreas com maior risco de incêndio.

Já em Extremadura e Castilla-La Mancha, os governos regionais pediram que sejam evitados o uso de máquinas agrícolas ou outras que possam provocar incêndios.

De acordo com a Agência Estatal de Meteorologia da Espanha (Aemet), o país está enfrentando a "mais intensa, extensa e duradoura" onda de calor deste verão, um episódio de temperaturas sufocantes que durará pelo menos até terça-feira e será sentido em toda a península e nas Ilhas Baleares, no Mediterrâneo, com exceção da Galícia e o norte da Cantábria.

Entre sexta-feira e domingo, os três dias mais quentes, as temperaturas máximas e mínimas devem ficar de 5 a 10 graus Celsius acima do normal para esta época do ano na maior parte da Espanha

Últimas