Balanço Geral DF Família assassinada: terreno foi principal motivação para crimes

Família assassinada: terreno foi principal motivação para crimes

Segundo delegado, grupo de suspeitos acreditava que, se toda a família fosse morta, o terreno não teria herdeiros

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) explicou, nesta sexta-feira (27), como ocorreram os assassinatos contra dez pessoas da família da cabeleireira Elizamar da Silva, de 39 anos. Segundo a corporação, os crimes foram motivados por terras em que parte da família morava, avaliadas em R$ 2 milhões. O grupo de suspeitos principais acreditava que, se toda a família fosse morta, o terreno não teria herdeiros. Gideon, Horacio e marcos eram amigos e moravam na mesma propriedade.

VEJA TAMBÉM:

Família assassinada: polícia relata que o crime foi planejada há três meses

Segundo a Polícia motivação de chacina de família no DF foi chácara de R$ 2 milhões

Delegado detalha cronologia das dez pessoas mortas em chacina no DF

Últimas